sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Cada estrela

31 Comentários

Respirei fundo de frente praquele finzinho de pôr do sol. Laranja, rosa, quase lilás. As cores de um céu pintado de festa contrastavam o que eu não queria ver. Um dia novo. Um dia novo e cheio de convites pra sorrir. As cores mostravam como o mundo é bonito e os recomeços possíveis. E as pontadas no peito lembrando que o mundo não tem graça sem você cabendo nele.
Foi fácil secar cada lágrima que veio sem aviso e as tantas outras que previ com as suas músicas preferidas invadindo os meus fones de ouvido - as mangas da blusa velha que cê esqueceu aqui são mesmo ótimas pra isso. Difícil foi evitá-las. Engolir o grito que vinha rasgando a garganta a cada flash seu na memória. Daqueles dias de chuva, das histórias que nunca tinham um final possível, da viagem prometida que a gente nunca cumpriu, da tua fascinação e medo da noite.
Sabe, a noite pode ser sim uma boa companheira. Foi nela que tentei curar a falta do teu riso, do teu deboche, do teu jeito bonito que encantava e irritava tanta gente. E ali fui descobrindo mais. As verdades que tanto evitávamos não são tão desconcertantes. Bicho é mesmo bem melhor que muita gente. Aquele boteco da esquina até que tem bom atendimento e, olha, to aqui concordando que cerveja gelada cai bem.
É. Gastei algumas madrugadas e trocados por aí, tingindo guardanapos com saudade tua. Tropeçando nos erros que eu negava, resgatando cada fala sua. E assim foram passando também os dias. Com poucas surpresas e velhas notícias.
O cara estranho daquele café badalado continua cantando Stand by me daquele jeito engraçado, errando a ordem do refrão. A rua nove continua com aquela obra que tira a minha calma. Aquela senhora simpática do quarto andar continua insistindo que cada estrela no céu é um presente seu. A chance de mudar pra BH veio, mas não foi lá bem como eu esperava. Aquela minha amiga não era mesmo tão amiga como a gente suspeitava.
Gente que vai, tombo que vem. Por fora tudo parece mudar tão depressa. Previsões, moda, ponteiros, fofocas, estação, calendário. Por dentro só uma demora em te superar. A vida? A vida até que vai bem. Mas é punk viver num mundo onde não tem você.

                _______________________________________________________________


Cada estrela é uma das crônicas do meu novo livro, Amor, Insônia e outras travessias, em parceria com a autora Aryane Silva, autora do livro (re)encontros e do blog Amor em letras. O livro está em pré-venda (linda e cheia de vantagens) na Livraria virtual Sanfer Livros e o lançamento acontecerá em dezembro, no Rio de Janeiro. 

Amor, Insônia e outras travessias foi pensado e feito com um carinho todo especial e esperamos muito que vocês gostem! Confira mais do livro AQUI.





Yohana Sanfer tem 33 anos, é escritora, autora do blog Papel, palavra, coração, autora  dos livros Da boca pra dentro,  
É de menino, é de menina  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.   
                                                        
Siga- no

31 comentários:

  1. Poxa, que bad, mas ao meso tempo, que lindo! Adorei!

    ~ Blog Compulsivamente Literária

    ResponderExcluir
  2. Uma bela cronica, que faz arder algumas feridas que carregamos, mas que ao mesmo tempo nos faz refletir sobre a oportunidade que temos de recomeçar, de fazer diferente. Um lindo texto.

    Beijos.
    https://cabinedeleitura0.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Olá
    Adorei a cronica, ela teve um ritmo bem natural, me fez simpatizar com a narradora e me sentir sua companheira na empreita, parabéns muito bom, fiquei curiosa com seu livro.

    ResponderExcluir
  4. Olá...
    Adorei o seu texto, me senti totalmente envolvida com suas palavras! Voce realmente leva muito jeito com a escrita.
    Parabéns!!!
    Bjo

    ResponderExcluir
  5. Oie, tudo bom?
    Lindíssima crônica, estamos aprendendo como escrevê-las na faculdade nesse semestre, com certeza irei olhar algumas mais para ter uma idéia! Bem simples e emocionante, parabéns!

    ResponderExcluir
  6. Oii, tudo bom?
    Adorei o texto! E mesmo não estando passando por nada parecido, deu um aperto no coração aqui rs Amei muito sua escrita e desejo sucesso para o livro de crônicas. Não conheço a escrita das outras pessoas, mas vi que talento não falta para você!
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  7. Olá flor!
    Que crônica mais linda é essa? Amei sua narrativa, amei a forma como você escreve e a forma como você se expressa. Muitos já passaram pela mesma situação que a "personagem" dessa crônica. Viver tentando esquecer é algo muito presente na vida de muitos.
    Beijos,
    http://www.umoceanodehistorias.com/

    ResponderExcluir
  8. Oie!!
    Minha nossa que crônica mais linda! Amei o seu jeito de escrever e a sensibilidade que você deposita nas palavras.
    Bateu aqui até uma badzinha marota hahahahaha

    beijos
    Livros & Tal

    ResponderExcluir
  9. Menina, você é um talento. Adorei o texto, a intimidade e o sentimento de saudade, de desejo. Nossa. Fazia muito tempo que não lia nada tão intenso e que prendesse minha atenção do começo ao fim. Muito linda. Amei. Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Yohana,
      Achei linda a sua crônica. Meu coração bateu no ritmo de cada sentimento transmitido. Triste, mas emocionante. Avisa do lançamento.
      Beijos,
      André | Garotos Perdidos

      Excluir
  10. Oiee, tudo bem? Amei seu texto! Não sou muito de crônicas, mas amei sua escrita e já fiquei curiosa com esse livro!! Tenho certeza que está repleto de textos emocionantes e inspiradores.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Amei a sua crônica, a maneira como você utiliza as palavras é bastante envolvente, passa uma emoção muito bonita, ainda que triste, nesse caso.
    Beijos
    Mari
    Pequenos Retalhos

    ResponderExcluir
  12. Helloo, tudo numa nice?!
    Aprendi há algum tempo que o melhor remédio para dar vazão aos nossos sentimentos ou tristezas é escrevendo. Esse texto de certa forma expressa isso. Não sou muito romântica e não acredito em chorar e sofrer por alguém a ponto de sentir que há uma vazio em mim. Talvez pq penso que sou autossuficiente. Mas seu texto é muito bom e fala com muita gente e realidades por aí.
    Beijin...

    ResponderExcluir
  13. Oi, tudo bem?
    Adorei a crônica! É dolorosa, mas ao mesmo tempo tão real e escrita com muita sensibilidade. Sentimentos são complicados e superar o fim de um relacionamento exige muito tempo, até a saudade começar a diminuir.
    O texto está lindo e muito escrito. Desejo que o livro faça muito sucesso!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Oi. Tudo bem?
    Eu simplesmente amei a crônica. Fiquei super curioso para ler os outros textos do livro. Tenho certeza que são ótimas produções assim como essa. Adorei como você trabalha temas delicados de uma forma tão encantadora. Já quero ler o livro. Já anotei aqui. Espero ter a chance de ler as outras crônica. Fiquei realmente curioso é encantado com o seu texto. Parabéns.
    Abraço 😀

    ResponderExcluir
  15. Yohana, estava super curiosa para ler uma das cronicas que fazem parte do livro e caramba, essa primeira já me deixou muito envolvida. Quero ter a oportunidade de ler o livro todinho.
    MEU AMOR PELOS LIVROS
    Beijos

    ResponderExcluir
  16. Oi
    Nossa que lindo e que máximo você estar publicando junto com outra autora um livro de crônicas! Parabéns, gostei muto da sua escrita!
    Sucesso!
    Bjus

    ResponderExcluir
  17. Olá!
    Sua crônica é muito bem escrita, nos traz esperança. Algo do tipo, amanhã tudo vai ficar bem, durma e ao acordar a dor se não passar estará bem fraquinha. (Acho que expressei aqui o que senti ao ler)
    abs
    Nizete
    Cia do Leitor

    ResponderExcluir
  18. Olá! Tudo bom?
    Nossa que texto.... difícil, pois ele é triste , mas é envolvente e esperançoso, além disso criativo e nossa... amei.
    Fiquei encantada com a escrita.
    Beijos, Joyce de Freitas.

    ResponderExcluir
  19. Eu tô apaixonada por esse final, gostaria de tatuá-lo! Que lindeza! Espero poder acompanhar mais de sua escrita, você definitivamente me cativou. Parabéns pelo livro.

    ResponderExcluir
  20. Ola lindona amei a crônica, muito bem escrita com um tema que sempre mexe com nossas emoções. Parabéns e sucesso. beijos

    Joyce
    Livros Encantos

    ResponderExcluir
  21. Ola flor! Nossa que texto lindo! Que texto triste! Me fez pensar na vida. Nas pessoas que perdi e que não voltam mais. Em como o mundo não espera para recuperarmos de nossas perdas. Em como não nada para, mesmo que quiséssemos...
    #PorMaisTextosAssim,
    bjus!
    https://ninho-de-gato.blogspot.co.uk/

    ResponderExcluir
  22. Aah as superações de relacionamentos, são todas sempre difíceis e parecem tão comuns a todos nos né?

    ResponderExcluir
  23. Oi Yohana, adorei texto. Não conhecia sua escrita, mas me deu um gostinho de quero mais. Muito boa sua crônica, emocionante. Parabéns. Bjs, Tell me a Book

    ResponderExcluir
  24. Olá
    que lindo texto, adorei. A melhor coisa é nos deparar de repente com esses textos e nos identificar muito, e foi o que aconteceu, muito lindo

    beijos
    http://www.prismaliterario.com.br/

    ResponderExcluir
  25. Olá!!

    Mesmo não sendo muito de crônicas eu adorei o seu texto e sua escrita. Desejo muito sucesso para o seu lançamento.

    Beijos

    ResponderExcluir
  26. Parabéns pela sensibilidade das palavras, pessoas que vão e deixam um rastro em nós, às vezes, de dor e saudade misturados e o tempo vai tratando de colocar cada sentimento em seu lugar para que novas pessoas cheguem.

    ResponderExcluir
  27. Olá,

    Nossa, seu texto é carregado de sentimentalismo. Eu acho incrível quem tem o dom de passar tantas emoções através das palavras. Parabéns! Desejo ainda mais sucesso nessa jornada.

    Beijos,
    oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  28. Adorei o texto e a forma como você resolveu expressar os sentimentos e essas fases de relacionamento, faz a gente ter uma proximidade instantânea. Lindo!
    Tammy

    ResponderExcluir
  29. Achei o texto incrível! Parabéns por ele e pela publicação do livro!!!

    ResponderExcluir
  30. Oie, tudo bem?!?! Texto muito tocante. Realmente doído, mas muito real e verdadeiro. Só quem já passou por isso sabe o quanto você transmitiu de verdade nele.
    Bjs

    ResponderExcluir