sexta-feira, 7 de outubro de 2016

Night crawler

42 Comentários

Mais uma noite que vem. E junto com ela esse cheiro de tudo que mais gosto.
Vida. Liberdade. Libertinagem.
As calçadas se enchem com passos ora apressados, ora hesitantes, vacilos, tropeços, escorregões. Tantas possibilidades que me cabe somente ficar aqui, olhando, apreciando, querendo sempre mais.
Busco uma calçada onde poucos vão me notar para pode fazer justamente o que não fazem: me prender aos detalhes.
A moça que passa preocupada gritando com o celular, o jovem que ajeita o cabelo que não parece ter jeito, o casal que emana amor e até provoca um pouco quem está ao redor.
A roupa desfiada, a risada despreocupada, a bufada desinteressada.
É tanto ao mesmo tempo que me perco pensando em possibilidades e o tempo se vai.
O anoitecer vira madrugada, as passadas ficam escassas, se esvaziam as calçadas, e lá volto eu pra casa. Tentando a sorte de chegar despercebido, para garantir mais uma vez a possibilidade da visita às calçadas uma vez mais.
A vida é feita de acasos, e eu dependo deles para não ser chutado por aí.
Essas ruas de paralelepípedo não tornam a caminhada nada mais fácil, com seus entremeios e histórias.
Talvez por isso me arrasto, me afasto, me destrato.
Nem sempre é fácil ser tão diminuto.
Nem sempre é fácil viver pelos dutos.

***

Leio desde que me entendo por gente e escrevo desde que comecei a me entender como gente de fato. Começou como uma maneira de esvaziar a cabeça, mas hoje em dia é algo que não consigo mais viver sem. Dois dias sem escrever o que seja é como um machucado que demora mais que o normal pra cicatrizar e volta a incomodar. Um livro, quem sabe um dia?

Hygor Lessa é formado em Letras, autor do blog Textos e mais textos e colunista convidado do blog Papel, palavra, coração.

Confira aqui outros textos de sua autoria:



42 comentários:

  1. Oi Hygor, tudo bem?
    Nossa, que texto intenso. Amei cada palavra. Me fez refletir muito sobre o fato de muitas vezes levar a vida com a barriga, ou arrastada como vc falou. Você escreve muito bem. Parabéns!
    http://www.facesemlivros.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Faby!
      Muito obrigado pelo retorno e pelo elogio. Que bom que pude levantar um questionamento, às vezes a ideia do texto é justamente essa,

      Excluir
  2. Oi Hygor , tudo bem?
    Gostei muito do seu olhar sobre as infinitas possibilidades. Às vezes deixamos passar as oportunidades e quando vemos não há volta, o tempo se foi. Parabéns pelo texto.
    beijinhos.
    cila.
    http://cantinhoparaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Cila!
      Muito obrigado pelos elogios. Eu sempre penso muito e, às vezes, sai algo bom assim, hahahahahhaha.
      Beijos pr'ocê também!

      Excluir
  3. Me surpreendi com o final do seu texto, que achei muito bem escrito. Me identifiquei com a parte de observar as pessoas, às vezes paro e faço isso, é interessante isso de se perder pensando em possibilidades.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ju!
      Obrigado pelos elogios. Bem, alguns textos eu escrevo já com o final na cabeça, outros o final surge conforme o texto flui. Gosto de impactar, ou deixar no ar. Uma ponta solta às vezes faz bem para expandir pensamento, assim como encarar possibilidades.

      Excluir
  4. Lindas palavras! Você deveria escrever um livro... Imagina as pessoas tendo o que você escreve na estante, ia ser muito bonito.

    Continue assim.
    Atenciosamente Um baixinho nos Livros.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marcio, muito obrigado pelo incentivo.
      E vou te dizer que a ideia do livro está amadurecendo, confesso. Assim que estiver no forno, ou pra sair de lá, pode ter certeza que guardarei um pra você.

      Excluir
  5. Oi Hygor, gostei muito do seu texto. O trecho que mais gostei foi "Tentando a sorte de chegar despercebido, para garantir mais uma vez a possibilidade da visita às calçadas uma vez mais." AMEI!!! Vez ou outra também me pego reparando as pessoas a minha volta, mas queria ter essa sensibilidade para por num papel :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Our Brave New Blog.
      A sensibilidade vem com o tempo, sei que um dia você vai conseguir pô-la num papel e eu quero ser um dos primeiros a ler!

      Excluir
  6. Amei o texto. Bem intenso. Parabéns!! :D

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado, Lê e Ler!
      Beijos pr'ocê também!

      Excluir
  7. Olá, Hygor.
    Que belo texto.
    Me lembou poesia em prosa, com as rimas e a reflexão que provoca em que lê.
    É difícil terminar e a leitura e não pensar em situações cotidianas em que paramos para observar ao redor e constatar que as coisas estão acontecendo o tempo todo, nós que não paramos para vê-las. Há poesia em tudo.
    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Maria!
      A intenção é justamente ter um ritmo enquanto lendo, para que deixe uma marca de alguma forma. E concordo contigo, há poesia em tudo, então nunca deixe de olhar pra todos os lados!
      Abraços.

      Excluir
  8. Adorei o texto.
    Intenso, interessante e apaixonante. Me encontrei em algumas palavras e fiquei cheia de pensamentos sobre o cotidiano e os acasos da vida.
    Obrigada por isso. E parabéns pelo texto!!!!
    Beijinhos,
    Lica
    Amores e Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Licavargas.
      Fico muito feliz por ter provocado pensamentos, e lisonjeado pelos elogios.
      Beijinhos pra ti também.

      Excluir
  9. Nossa muito intensa a leitura fez refletir, gostei bastante como expôs seu trabalho está de parabéns.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  10. Olá,
    Adorei o texto e ele me fez parar para refletir um pouco sobre alguns detalhes que deixamos de notar por causa do mundo frenético em que vivemos.
    Palavras intensas e cheias de significado para mim!

    http://leitoradescontrolada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Michele, obrigado pelo carinho através das palavras.
      E fico feliz em saber que pude ajudar um pouco com uma reflexão,
      Beijos!

      Excluir
  11. Oi Hygor.

    Belas palavras do seu texto e transmitiu uma reflexão muito boa, principalmente no final. Conseguiu destacar na minha mente e fiquei observando algumas pessoas em minha volta por alguns minutos. Parabéns

    Bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Kênia.
      É sempre bom darmos uma olhada com mais atenção ao nosso redor. Faz bem. Instiga um querer-saber.
      Beijos.

      Excluir
  12. Oi Hygor, tudo bem?
    Que texto bacana! Amei a forma da sua escrita e como você fez eu me identificar com algumas coisas. A vida nos possibilita tantas coisas, mas às vezes deixamos passar e quando percebemos o tempo já passou.
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tudo bem sim, Jéssica, e por aí?
      Obrigado pelos elogios. A vida é algo que vem e vai com a mesma intensidade e velocidade. Não nos prender a detalhes é bom e ruim ao mesmo tempo, basta só saber lidar um pouquinho.
      Beijos!

      Excluir
  13. Oi Hygor, muito interessante e reflexivo seu texto, me vi ali em alguns momentos. O ponto de se "anular", se esconder para observar o outrem é algo interessante, ser observador é uma ótima característica, adorei o texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado, Ju!
      Ajuda muito na hora de escrever, esses pequenos detalhes do dia. O nome disso é muito tempo dentro de ônibus hahahahahahaha.
      Beijos.

      Excluir
  14. Muito bonito o texto Higor, faz a gente refletir sobre a vida como ela nos possibilita tantas coisas.

    Beijos
    Biblioteca Desajeitada

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigado pelos elogios, Biblioteca Desajeitada!

      Beijos

      Excluir
  15. Olá! Achei linda a forma como você colocou poesia em uma cena simples do dia-a-dia, circunstâncias pelas quais passamos todos os dias. Parabéns! Espero que um dia esses textos realmente se tornem um livro!
    Beijos!

    Karla Samira
    http://pacoteliterario.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Karla!
      Obrigado pelo feedback. A poesia na cena do dia-a-dia vem pra quebrar a monotonia, trazer um ritmo novo à uma rotina por vezes cansativa e dar um novo gás pra tantos que precisam. E pode deixar que estou pensando seriamente no livro. Te convidarei pro lançamento.
      Beijos!

      Excluir
  16. Um texto calmo,mas ao mesmo tempo forte e cheio de reflexões. Gostei como se expressa e repassa seus sentimentos.

    ResponderExcluir
  17. Oie
    muito legal o texto, bem reflexivo, adoro me deparar com essas coisas pois em deixam bem pensativa

    Beijos
    http://realityofbooks.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Catharina!
      Muito obrigado pelos elogios e me sinto lisonjeado por poder provocar um ou outro pensamento!
      Beijos.

      Excluir
  18. oie como vai?
    lindo teu texto, intenso, libertador e curioso...
    me deixou pensante por uns segundos, adoro isso kkk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, tudo bem Paac?
      Tô indo bem.
      Muito obrigado pelos elogios. Eu que tenho que agradecer, essa é a realidade. E que bom que consegui te deixar pensativa, a ideia era justamente essa, hahahahahahahha
      Beijos.

      Excluir
  19. Oi!
    Que texto!!!
    Parabéns!
    É bem profundo, e realmente nos faz ficar pensativa.
    adorei!
    Bjs!

    ResponderExcluir
  20. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  21. Oiii!!! Amei o texto.
    Repleto de sentimentos e reflexão.
    Gosto de textos com rimas, da uma leveza na hora da leitura.
    Beijos

    ResponderExcluir
  22. Olá, tudo bem?
    Que bom que a Yohana trouxe mais um escritor para o blog, adoro os textos dela e agora sou fã dos seus também! Você escreve bem e faz o leitor querer mais e se sentir emocionado e relacionado ao que você escreveu.
    Beijos <3

    ResponderExcluir
  23. Oi!!
    Que texto lindo, ótimo para fazer a gente parar e refletir um pouco, gosto de textos assim.
    Beijão!

    ResponderExcluir
  24. Parabéns pelo trabalho, Hygor, belo texto <3

    ResponderExcluir