quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Genuíno.

6 Comentários

Porque é preciso amar. Amar sem medidas, sem arestas, sem porquê. 
Não esse amar vazio de sentido e de verdade. Amar de mostruário, pronto e fora de alcance. Mas um amar inevitável, extenso, sublime. Livre dos medos e preso na riqueza das pequenas coisas.
Amar de quem se pega sorrindo sozinha por não encontrar a resposta de tanto sentir gratuito. 
Amar de graça, sim. Porque a maldade é cara demais. 
Amar essa aquarela bonita que teima em se jogar na vida de quem acredita. Vida pintando subidas e descidas, tropeços e recomeços como se fôssemos sua tela mais reciclada. Arte  inacabada, pueril. Isenta de analogias. 
Amar as tardes que chegam repletas de leveza. Como se pudessem nos tirar das costas os pesos acumulados desde o amanhecer. 
Amar a noite finda que promete um dia novo, febril, pronto pra ser gasto com teu melhor sorriso e a gratidão bonita por fazer parte desse azul. 
Amar sorrateiro que se instala como inspiração. Subordinado do correr das horas, dependente das minúcias para sobreviver.
Amar fincando passos e brilho de saudades. Como se fôssemos peças de souvenir.  Um amar obsoleto em tempos de brevidades. 
Um amar bem-vindo. Que só se percebe quando transformado em sorriso, desses que dão novos traços a nossa feição. 
Um amar que nos faça melhor só de habitá-lo por dentro, sublime. E que nos faça mais justos aos propagar suas notas. 
Amar a passos largos, peito aberto, palavras escancaradas e faíscas na alma. Um amar que transborde.
Amar enfim, sabendo que o mundo tem gente cinza que nem fumaça, injustiças de todos os tamanhos e armadilhas por todos os lados. E que tem vozes e tem bandeiras. Tem força e resistência. Tem beleza nas trincheiras. 
Um amar genuíno. Que justifique os compassos do coração e nos livre da covardia que é desistir de sonhar. Porque é preciso coragem.

6 comentários:

  1. Yohanna bom dia
    Nossa que saudade de visitar o seu blog texto lindo é importante amarmos sim sem medidas pq no final o que fica da gente são as pessoas e os sentimentos que deixamos.Convido vc a participar da tag em meu blog deixando um depoimento pelo meu E-mail julienebritto@hotmail.com sobre seu natal especial e o porque publicarei todos os depoimentos conto com sua participação beijos

    http://jhdocem,el.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. É sempre tão inspirador ler seus escritos Yohana!
    Sempre tão sinceros e verdadeiros...
    Parece que é sempre o que precisamos 'ouvir' no dia.

    Amar: Sempre.

    um beijão.

    ResponderExcluir
  3. Como disse o sábio poeta "é preciso amar como se não houvesse amanhã..."Precisamos amar sem medidas,sem porque, sem dúvidas amar porque isso nos torna melhores.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  4. Meu nome é António Batalha, estive a ver e ler algumas coisas de seu blog, achei-o muito bom, e espero vir aqui mais vezes. Meu desejo é que continue a fazer o seu melhor, dando-nos boas mensagens.
    Tenho um blog Peregrino e servo, se desejar visitar ia deixar-me muito honrado.
    Ps. Se desejar seguir meu blog será uma honra ter voce entre meus amigos virtuais,mas gostaria que não se sinta constrangido a seguir, mas faça-o apenas se desejar, decerto irei retribuir com muito prazer. Siga de forma que possa encontrar o seu blog.
    Deixo a minha benção e muita paz e saúde.

    ResponderExcluir
  5. Demoro a passar aqui e quando passo, me encanto com seus textos. Você possui um talento inegável.

    Beijos

    O mundo sob o meu olhar

    ResponderExcluir
  6. Lindo!!!
    "Amar e mudar as coisa me interessa mais".
    Bj, Yo querida.

    ResponderExcluir