domingo, 9 de setembro de 2012

Torço pra realizar.

10 Comentários
Fecho os olhos e sem esperar que uma estrela cadente surja, faço meu desejo. Faço mil desejos.   
Desejo que todos os dias sejam dias de outono e que em todas as noites haja um céu estrelado pra nos inspirar.   
Desejo motivos pra sorrir, histórias pra contar, palavras sinceras, sentimentos imperecíveis, dores passageiras, pessoas permanentes e abraços inevitáveis.  
Desejo madrugadas embaladas pelos beijos dele e dias seguintes com petit gateau no café da manhã. Desejo taças erguidas em brindes sinceros e gargalhadas soltas pelo ar. Mãos dadas, saudades findadas e harmonia no coração.
Desejo que, havendo dificuldades, haja força para superá-las. E que, expostos ou não, a dimensão e a luz dos nossos planos sejam sempre mais firmes que qualquer mal querer alheio.
Em meus desejos, há flores nas janelas, cartas nos portões, fotografia nas paredes e pão nas mesas. Há música nos ares e poesia na alma. Há por-do-sol e pés na areia. Há o som dos chuviscos nos telhados e sabores de alegrias genuínas. E há tetos para todos e todas nós.  
Em meus desejos as verdades não aprisionam, a igualdade é uma premissa e a liberdade é o prefácio da verdadeira felicidade. 
Desejo o silêncio de que é passível a reflexão. Gritos enquanto as injustiças tentarem falar mais alto e uma paleta de cores enquanto nuvens cinza insistirem em se instalar acerca de nós.  
E  a vida...Ah! Eu desejo que brilhe. Que nos dê força pra seguir e tempo pra sonhar. Linda, leve, justa e tanto. Que a vida seja de encanto apesar do socorro que não se ouve de lá.  
Desejo, sobretudo, que na nossa trajetória haja fé. E que a coragem ande junto com as nossas esperanças a cada vez que for preciso um recomeço ou quando um novo caminho se pronunciar.  
Abro os olhos e me vejo invadida por um sentimento inefável. Sinto cada sonho, cada querer, cada certeza e cada inspiração correr e brincar dentro de mim.   
Sem me iludir de que tudo esteja em seu lugar, respiro fundo e sorrio sozinha. Lembro da canção e torço pra realizar. Às vezes, isso basta.

10 comentários:

  1. desejo que esse seu desejo contagie todas pessoas. desejo que haja cada vez mais inspiração para você nos contagiar com sua poesia!
    belo texto!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir
    2. Obrigada Áurea! Que assim seja!
      Tentei retribuir tua visita mas não consigo acessar seu blog. De qualquer forma, obrigada pelo carinho e seja bem vinda sempre!

      Excluir
  2. Que todos esse desejos se tornem realidade,se não agora aos poucos eles se realizem um a um.
    Uma ótima semana!!!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. Que delicia de texto!
    Seus textos deixam na gente uma ânsia por dias melhores já!
    Seja quando você fala só de amor ou da vida em geral, você enxerga tudo com bons olhos e isso é inspirador!

    Um grande abraço!
    Camila Gomes

    ResponderExcluir
  4. Desejos tão lindos e contagiantes, Yohana. Revelados de forma tão poética...

    Gostei.

    Ótima semana para você!

    ResponderExcluir
  5. Meus desejos coincidem tanto com os seus sabe?
    Deu vontade de listar tudinho.

    Tão p-o-e-s-i-a isso aqui.

    aiai.

    "Em meus desejos, há flores nas janelas, cartas nos portões, fotografia nas paredes e pão nas mesas. Há música nos ares e poesia na alma. Há por-do-sol e pés na areia. Há o som dos chuviscos nos telhados e sabores de alegrias genuínas. E há tetos para todos e todas nós. "

    Essa parte, se tivesse num livro, eu rabiscaria!
    Grifaria, marcaria com post-it cor de rosa choque, tão linda que é!


    ResponderExcluir
  6. Que lindo! Desejo que todos os seus desejos sejam realizados...

    ResponderExcluir
  7. Ai, Yohana, que post lindo!
    Fez-me tão bem ler isso agora, logo pela manhã.
    Deu-me um novo ânimo, sabe? Muito, muito belo! Pura poesia! =D
    Amei, senhorita. ;)

    Sacudindo Palavras

    ResponderExcluir