quarta-feira, 18 de abril de 2012

Do porquê.

25 Comentários


Eu poderia falar do seu colo. De como é bom repousar e despertar nele. Ou do jeito que você acomoda o rosto na minha nuca pra dormir. 
Poderia falar de suas  receitas tolas e bem vindas e de todas as suas tentativas de me impressionar na cozinha. Ou de como você  tem o dom de escolher bem os sapatos que me dá, acertando número, cor e estação. 
Posso falar de sua paciência e equilíbrio. De como a calmaria que existe em você completa a tensão que existe em mim.  
Ou falar de suas flores, massagens e conselhos fora de hora que acabam surgindo na hora exata. 
Posso falar da porta que bate quando o sangue ferve e do seu retorno sábio e conciliador que resolve o drama e deixa tudo no lugar. 
Do abraço que me molda, da voz que me conforta, dos beijos que me embalam, da simples presença que me basta. Mas não. Não seria nenhuma novidade.  
Tudo isso já foi dito. Escrito, poetizado, publicado. Tema manjado. 
Preciso falar do que você me causa. 
Não se trata da tal paz que já se sabe, da saudade quando está longe, da raiva quando me contraria, da vontade de mergulhar quando traça teus planos com os meus. Nem da energia boa que a tua figura emana e traduz. 
Preciso falar é dos sorrisos. Dos teus e dos que me faz distribuir.  
Meu riso solto é pela tua piada sem graça, por tuas músicas inventadas, pelas bobagens ao pé do ouvido, por seu senso de humor contagiante. 

Perguntaram-me porque te escrevo com tamanha paixão, porque te bebo como inspiração, tendo passado supostamente tempo suficiente pra me acostumar, me habituar, desencantar do teu eu.

Não tive dúvidas. Não encerrei o assunto com a resposta fatídica de que é por amor. Não fui clichê. Não me contive ao responder.  
Como quem debocha das adversidades do tempo ou da mesmice que ameaça os casais, traduzi teu efeito em mim, poesia.  Decidi que a poesia é o que compõe meus sorrisos. 
Assim, defini: não me canso. Te escrevo, te dedico, te publico, te jogo em linhas, te desdobro em letras e te amo porque você me faz rir.

25 comentários:

  1. aqui encontro palavras divinas, parabéns !

    ResponderExcluir
  2. Oi Yohana,

    Tudo bem? Os seus textos revelam o desnude da alma. Estou aqui refletindo: "Tudo isso já foi dito. Escrito, poetizado, publicado. Tema manjado". Penso que tudo pode ser escrito, passado, vivido, mas é real em cada ser e aí já se faz verdade.

    Maravilhoso! Obrigada pelos maravilhosos comentários por lá.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  3. Nossa que linda declaração!!

    Queria viver um amor que fosse metade disso, já valeria minhas linhas.

    Brown Eyed Girl

    ResponderExcluir
  4. O amor não cansa. Ele recarrega.

    Beijos, flor!

    ResponderExcluir
  5. Ai Yohana querida! Saio embriagada de poesia do seu espaço.
    Cada escrito mais encantador que o outro. E sabe, isso é o mais bonito: porque ele faz sorrir. Quando estamos sorrindo, estamos bem, realizadas. O sorriso é o retrato da alma!
    Não sei o que dizer, fico sem palavras com teu imenso talento em traduzir em linhas, os sentimentos mais profundos e sinceros.
    Beijos muitos, e macios.

    ResponderExcluir
  6. Ola,
    Adorei a sacada de dizer que tudo já foi dito, escrito, poetizado...manjado, que agora iria falar do que o amado lhe causa... isso é amor!


    Abraços, Flávio.
    --> Blog Telinha Crítica <--

    ResponderExcluir
  7. Hola, precisas y concisas letras van desnudando a golpe de talento la germinal belleza de este blog, si te va la palabra elegida, la poesía, te espero en el mio,será un placer,es,
    http://ligerodeequipaje1875.blogspot.com.es/
    gracias, buen día, besos afines..

    ResponderExcluir
  8. Um dos textos mais lindos que já li. Me vi em cada linha.

    Beijos flor

    ResponderExcluir
  9. O que eu senti??? É indescritível...
    Lindo o texto, tão intenso e puro.
    Nesse ponto me pareço com vc, sou romântica ao extremo...:)
    E, com certeza, o homem que nos faz rir, fatalmente nos conquista! Comigo tbm foi assim! rs
    Beijo e Parabéns!

    ResponderExcluir
  10. Quem vive/viveu um amor assim,

    aqui suspira e faz das suas palavras, palavras próprias,


    Delícia de sentimento,



    bjkas

    ResponderExcluir
  11. Oi Yohana!
    Que lindo! *-*
    Infelizmente a grande maioria dos casais está fadado à mesmice, porque há um conceito errado de que nós precisamos nos acostumar e sempre esperar o mesmo do outro, fazendo assim, o mesmo de sempre. Nunca surpreendem, nunca mudam. E assim terminam inúmeras vezes.
    Mas ainda há os que conseguem surpreender, trazer sorrisos e aquecer corações com coisas simples. Coisas que apaixonam.

    Adorei o texto, adorei o blog!

    Beijocas!

    Ismália .

    ResponderExcluir
  12. Hey,
    tem selo pra você lá no amar.go, quando tiver um tempo dá uma olhada lá.

    Boa noite. Kiss sweet. (F)

    http://amar-go.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oi Yohana
    Mais uma vez, lindo texto. Posso copiar? É sério queria dedicá-lo a uma pessoa muito especial, lendo-o, pensei no meu marido, eu sinto tudo isso que vc escreveu no texto por ele, e no mês que vem vamos completar 17 anos de casados e somos muito felizes, graças a Deus.
    Bjos.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Que texto mais gostoso de ler.
    Que o Amor seja sempre pautado na plenitude do que ele é.

    Abraço.
    Fer.

    ResponderExcluir
  15. Essa tua maneira de fazer poesia com o que o outro é, é tão bonita. Encantadora.

    ResponderExcluir
  16. Ola Fiz Blog novo, qdo puder me visite, siga, comente...bjoss

    http://umcampocheiinhodegirassois.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  17. deve ser fantástico ter um amor para falar tudo isso... se imaginar é bom! :)

    http://gabipuppe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Lindo texto!

    Obrigada pela visita, seja sempre bem-vinda! :)

    ResponderExcluir
  19. Sempre fui apaixonado por sorrisos e seu texto me deixou ainda mais apaixonado.

    Beijo

    ResponderExcluir
  20. Yohana!

    Que bom ter sua visita, ainda mais vindo de um lugarzinho que é só amor. Espero-te mais vezes, combinado. Nos intervalos estarei aqui...


    Gostei tanto deste texto, me lembrei de coisas que eu haviatentado deletar, mas a saudade que bateu dos detalhes tão pequeninos, encheu de paz e vontade o meu coração...


    um beijo


    Ziris

    ResponderExcluir
  21. Hey querida, obrigada viu...
    é uma delicia conhecer seu blog também..
    bjos mil, fica com Deus

    erikarayanaheart.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Coisa linda.

    Estou aqui, com uma estrela em cada canto do olho, ofuscando intensamente. Tanto, que só me é permitido sentir.
    A tua poesia me fez rir.

    ResponderExcluir
  23. É lindoOooO!!! simplismente tudo lindo por aqui!

    ResponderExcluir
  24. Ah que amor bonito!
    E é bom ler estas palavras e sentir que nisso tudo há amor, da forma mais bonita! Aliás o amor é lindo né hahaha Assim como esse texto!

    Beijos!

    ResponderExcluir