terça-feira, 27 de março de 2012

E por isso, sou.

26 Comentários
Intensa, sim. Sensível, um monte. Atrevida, não nego. 
De armadura valente, essência repleta de sentir e um coração molenga, sigo cortejando flores e dissabores.
De cabelos avermelhados e esmaltes quase sempre descascados, levo na bolsa uma agenda cheia de idéias, na mente uma imaginação sem limites, na boca uma língua afiada, no documento uma idade que muitos duvidam e no peito um coração devaneador.  
Sou daquelas que sonham alto, que acreditam mesmo que o vento não esteja a favor, que buscam mesmo enxergando longe demais o ponto a ser alcançado, que tentam e não desistem até que a linha de chegada revele suas surpresas.  
Não vejo a vida com lentes cor de arco-íris. Na minha bagagem não cabem promessas nem utopias mas uma tendência desenfreada à esperança. O que você chama de otimismo eu prefiro chamar de confiança e de fé. De um querer infinito. De uma coragem pulsante da qual me visto pra poder viver.
Já fui acometida pelo cansaço que desencoraja os sonhadores. Mas sou movida por uma teimosia e uma vontade de realizar que me põem de pé  todas as manhãs. As inseguranças podem até me fazer visita mas não têm morada aqui. Elas não prendem meus passos.  
Eu bem que tentei. Já quis ser diferente. Já bolei metas num papel. Esperar menos, tolerar mais. Apegar menos, abstrair mais. Me importar menos, relaxar mais. Insistir menos, dessintonizar mais. 
Não deu, não dá. Cada detalhe molda meus acabamentos. Cada ruína compõe meus alicerces. Cada estação, cada fase, cada vitória e fracasso me fizeram hoje ser quem pode muitas vezes até duvidar das pessoas e de suas intenções mas continua a apostar na vida.  
E não guardo segredos. Não teço mistérios. Minha teoria é simples. Meu sentir é exagerado. Me jogo, me lasco, me entrego, me esfolo inteira. Melhor do que viver pela metade. Amar pela metade. Acreditar pela metade.  Pra tombo há remédio, há refazer. Pra sonho desperdiçado, não. 
Por isso gasto meus sorrisos, não passo vontades, não guardo choros, não contenho gritos. Por isso insisto em desafiar o tempo e as pedras do caminho. No meio do furacão, saio devastada mas sobrevivo à tempestade. E não paro, e não me basto.
Recuar? Calar? Desistir? Verbos inexistentes no dicionário que inventei pra mim. Eu quero é pagar pra ver o final feliz acontecer. E fim.

26 comentários:

  1. OI Yohana tudo bem mais uma vez muito lindo seu texto deixa eu te perguntar como vc fez para linkar ali em cima da pagina tipo sobre mim,começo,contato ??
    bjos ótima semana pra vc

    ResponderExcluir
  2. Lindo e intenso/exagerado como vc! Descrição mara!

    ResponderExcluir
  3. "O que você chama de otimismo eu prefiro chamar de confiança e de fé."

    Que lindo texto!
    A fé e a esperança são indispensavéis para um futuro melhor e uma vida mais feliz.

    Bjoo

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  5. Pena que diante de um texto tão delicado, tão morfológico sobre uma pessoa tão maravilhosa e a quem admiro tanto seja comentado de forma tão indelicada. São os que acham-se "leões que, por pura falta de capacidade e inveja,caçam os vagalumes, que nem sequer está em sua cadeia alimentar, querendo devorá-los por não possuírem o encanto do seu brilho ". Brilhe, querida Yohana, pois é assim que ocorre sempre que você produz algum texto e não serão os incapazes que irão diminuir o valor de sua obra. Mais um texto seu que acho impecável e que me faz cada dia ser mais fã de seus escritos. Bravo!!!! Bravíssimo!!!!! Beijos

    ResponderExcluir
  6. Adoro! Após a leitura de um texto assim, cheio de coragem, de pulsação e energia, dá vontade de abrir a porta e falar: pode vir, quem vai ser o próximo, tô pronta! rsrsrs... Bjão e parabéns!

    ResponderExcluir
  7. E verdadeira!

    Menina, quem me dera, escrever assim, docemente,


    Bjkas

    ResponderExcluir
  8. Oi garota linda, boa noite a ti, vim agradecer a visita e o comentário la no blog, já te sigo, gosto muito do seu blog tbm, textos realmente surpreendentes, parabens e verdade, desculpe nao ser tao presente, a correria do dia a dia, faculdade e trabalho, não me deixa tempo pra ler tudo e comentar, mas sempre que der estarei por aqui, Um bjo.

    ResponderExcluir
  9. Yohana, minha linda! Quanta virtude! E melhor, seu talento ainda faz bordado que é pra ficar 'marlindo' ainda.
    Neste texto tão seu, tão você, me sinto tão eu também!
    Tanta intensidade entregue ali naquelas linhas, que é impossível umas gotas não caírem como luva na minha vida também!

    Um mega beijo!

    ResponderExcluir
  10. Olá Yohana,
    Fico muito feliz com sua
    Presença em meu blog,volte sempre,
    serás sempre muito bem vinda!

    Que post maravilhoso, lindo esse texto!
    Adorei esse trecho >> "O que você chama de otimismo eu prefiro chamar de confiança e de fé. De um querer infinito. De uma coragem pulsante da qual me visto pra poder viver."

    Me vejo assim, buscando sempre acreditar em minha
    força, que posso sempre superar, tenho fé em mim
    e em Deus! E apesar de a vida nem sempre nos
    corresponder da forma que queremos, eu não paro
    de desejar o melhor, o mais belo! E sigo assim,
    buscando sempre um motivo para sorrir!

    Sucesso sempre!
    Fique com Deus!
    Beijos meus...*

    ResponderExcluir
  11. Yohana,

    menina da mente aberta e coração cheio de pensamentos bonitos.
    Tava com saudade, estive ausente por um bom tempo aqui, mas que bom que voltei né? (risos)

    Achei tão legal o primeiro paragrafo, me identifiquei ali, mesmo não tendo o cabelo avermelhado, mas na minha agenda há sim muitas idéias legais.

    Beijo querida, saudades!

    ResponderExcluir
  12. Como sempre me surpreendes a cada postagem. *-*
    Lindo demais, Yohana, lindo mesmo.

    ResponderExcluir
  13. eu vou pagar esse preço, encantador!

    ResponderExcluir
  14. Oi Yohana
    Que maravilhoso texto, essa sou, a gente paga um alto preço, mas eu sou assim intensa mesmo do começo ao fim, se eu gosto eu demonstro, se eu não gosto também. Adorei a resposta ao Fulano Fardadão, ele também falou umas gracinhas no meu blog e pelo que sei foi banido da Blogosfera.
    Dá uma passadinha no meu blog que vc terá uma surpresinha, não sei se irá gostar.
    Bjos e uma ótima semana.
    http://ashistoriasdeumabipolar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Oi Yohana,

    Tudo bem? O texto está maravilhoso, cheio de encantos e que revelam espaços próprios. Escrevo crônicas em algumas delas, coloco-me e vivo a revelação.

    Beijos.

    Lu
    http://www.lucianasantarita.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  16. Depois de ler um texto tão encorajador como esse dá até vontade de levantar dessa cama em que vivo enfiada, me olhar no espelho e dizer: Pq vc não é igualmente batalhadora e forte????
    Lindíssimo texto memiga...

    tem post novo lá no meu cantinho... bjksss boa semana

    ResponderExcluir
  17. Quando encerro a leitura de seu texto, observo o quão prazerosa é suas palavras. Bem colocadas, e por diversas vezes da sua essência principal. E ao falar nisso, percebo-a forte, e ao mesmo tempo sensível. Que bonito, moça!

    ResponderExcluir
  18. Suas palavras são tão simples, mas tão profundas. Elas sempre mexem comigo.

    Quando eu crescer, quero escrever como você.

    ResponderExcluir
  19. "Faça desta páscoa, a tua páscoa. Faça desta ressurreição, tua ressurreição. Nunca se entregue, pois é somente a cada adversidade que poderemos vislumbrar uma nova oportunidade."

    Feliz Páscoa!!
    http://ensinameasentirteucoracao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  20. Que força interior...é revigorante e forte esse seu texto. talvez o que precisamos, para refletir sobre a pascoa e seu significado - Ressurreição.

    Te vejo lá na Friday. Abraço.

    ResponderExcluir
  21. Que lindo. Nem consegui selecionar uma frase, pois gostei de muitas. Gostei desse teu jeito arriscado de ser, mas verdadeiro, que revela que tu gostas mesmo de viver a vida inteira, com cada pedaço e absorver cada ponto, cada minúcia. Isso faz de nós pessoas especiais, acredito nisso. Beijão

    ResponderExcluir
  22. Oi!
    td bom?
    Tava lendo seu blog e amei aqui! Você escreve mt bem!
    Amei seus posts! Continue assim!
    Tô te seguindo
    bjossss

    ResponderExcluir
  23. E tu ta mais é que certa, tem mais é que pagar pra ver, dar a cara a tapa.
    Isso faz de ti uma pessoa especial, de um brilho único e de uma força inesplicavel.
    Parabéns!

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Incrivelmente lindo ! Nossa ,arrepiadíssima .Acho que nunca li algo tão ... sei lá ,profundo ,intenso .Assino em baixo de tudo que escreveu ,já que está na vida,desafiada a viver nesse mundo de altos e baixos o segredo é se jogar ,aproveitar e dar a cara a tapa ao mundo .Não sobreviver somente ,e sim viver ao pé da letra.
    Excelente,parabéns !
    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Oi querida, qto tempo :)
    que lindo texto. Me emocionei, mas uma vez me vi aos seus olhos.
    Vou repostar com os devidos créditos. beeeijos

    ResponderExcluir