sexta-feira, 28 de outubro de 2011

Pra quando o dia seguinte chegar.

34 Comentários

  

Acorda vai. Já faz vinte minutos que seu corpo briga com o despertador. Depois não vá culpar o trânsito, a chuva, o relógio que corre, meu jeito lento de me preparar. Você sempre faz isso.

Ainda de olhos fechados, posso te ver conferindo se a hora está mesmo certa, reprovando os ponteiros que anunciam e confirmam: é hora de despertar.

Você vai levantar, passar a mão nos cabelos já de frente pro espelho. Vai brincar com a gata no caminho da cozinha e preparar teu café quente enquanto confere as notícias no jornal. E, mais uma vez, vai me apressar.

Depois corre pro banho, faz a barba e não canta no chuveiro. Corre pro quarto, pega as meias na gaveta e a blusa no cabide. Fico quietinha observando. Nem sei por que demora na escolha, qualquer cor lhe cai tão bem.

Daí você me apressa denovo. Desafio de humor matinal.

Eu vou recusar a pressa, meu corpo retarda o desapego com a coberta. Vou recusar o pão, a fruta e o que mais vier. Meu estômago é chato pela manhã. Você vai me olhar sério e eu vou beber o suco num gole só. Mais um pouco, substituindo o suco por vitamina, lembraria o meu pai. Eu vou me estressar com o cabelo, demorar a aplicar o lápis de olho, ignorar a cama pra arrumar.

Nesse arrastar, toda distração é pouca. Você se perde na leitura, eu me perco com os clipes musicais na tv e na busca da minha bolsa e das suas chaves, a gente se esbarra e meio a corrida com as trapaças do tempo.

Nós saímos. No meio do caminho tomamos diferentes rumos e quando você vai fica comigo o seu perfume. Colado na boca, no ar, no meu rosto inteiro. Vestígios do teu beijo que desconhece os sentidos e deixa teu cheiro gravado como um sussurro no ouvido.

Agora você está longe. Vai atender seus clientes, prestar contas ao chefe, vai ter pausas pra respirar e pra acender seu cigarro. Eu ainda estarei presa no trânsito. Pensando nos meus atendimentos, nos e-mails, na agenda a cumprir.

No meio da tarde você vai me ligar pra saber como está o dia do lado de cá. Eu vou atender distraída, presa na correria do dia. Mas vou me lembrar de você a cada texto de Carpinejar que me chegar traduzindo amor.

Quase no fim do dia, tua mensagem vai alegar preguiça e cansaço da segunda-feira tediosa. Vai reclamar os dias que faltam pra novamente virarmos morada um ao outro. Eu vou fazer charme mas vou concordar. E o resultado estará dado. Minha saudade vai brigar com teu sossego. Teu pedido vai brigar com a minha rotina.  E a gente então vai esquecer do calendário e adiantar o encontro da próxima quinta. 

Meu texto ficará pela metade, seu time ficará  com um jogador a menos. Você vai pedir que eu não demore, dizer que vai preparar o jantar e descer pra me buscar. E mesmo sem te ver há apenas doze horas eu vou preparar um abraço longo, saudoso, faminto. 

É assim que vai ser. Pra maldizer a distância e desmentir a rotina, a gente vai preferir o fim e o início de cada dia, assim, em par. Pra provocar o tédio, desafiar a constância, pra garantir um bom dia quando o dia seguinte chegar.

34 comentários:

  1. Ahh Yohanna que etxto mais profundo esse adorei a parte "seu cheiro colado no meu rosto inteiro" acho q é mais ou menos isso rs lindo adoro seus textos e vejo que vc se supera mais a cada dia bjos e bom final de semana =)

    ResponderExcluir
  2. Que palavras lindas de se ler.
    É bom quando existe uma cumplicidade grande como essa descrita, apesar da correira do dia, ter um amor grandioso é um dom.
    Beijinhos querida!

    ResponderExcluir
  3. Olá Yohana!
    Olha eu chegando aqui de casa nova :)
    Como sempre, com textos lindos... como é gostoso desfrutar de suas escritas!

    Beijo grande em seu coração..
    Verinha

    ResponderExcluir
  4. Bélissimo! Aaah, amei tanto esse texto! Suas palavras como sempre me ludibriando...

    ResponderExcluir
  5. Quando a gente ama todos os dias são santos.

    Lindo, lindo, Dona Moça. Cada detalhe, uma vida.

    Beijos.

    ResponderExcluir
  6. Esse texto é um daqueles que entramos completamente podendo sentir um pedacinho do que você sentiu ao escreve-lo! Muito bonito, viu? Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Caminhei com voce, vi tudo em teu amanhecer...ate o fim do dia, da semana. Bela narrativa! Cotidianos são chatos, mas, com amor e poesia, tudo fica melhor.

    Um abraço,

    Suzana/LILY

    ResponderExcluir
  8. E para quem diz que não se vence a rotina com determinação e amor, está aí a prova. Lindíssimo texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  9. Não importa a distância: quando a manhã seguinte chega, desejo de coração que o dia seja pleno... E que onde estejas, sinta e saiba do que me vai no peito...


    Bjkas

    ResponderExcluir
  10. Lindo Yohana!!
    Parabéns pelas palvras...
    Passeando por aqui, achei um texto lindo e me identifiquei com ele, "Hóspede", postei no meu blog!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Delicinha de cotidiano...
    Quem dera na vida real, fosse doce assim, sempre!!!

    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Que lindo seu amor, sua rotina, suas palavras. Que lindo amar assim e ser amada de volta. Muita luz e mais e mais amor, que alegra os dias e dá mais graça a vida. Beijões

    ResponderExcluir
  13. a distância... há pouco escrevia que nós somos todos os caminhos. talvez a distância seja mera impressão de viagem.
    beijinho!
    p.s. como me tornar teu seguidor? não encontro o painel respetivo...

    ResponderExcluir
  14. Nossa Yohana! Li o seu texto quase sem respirar,viajei na profudidade e beleza dele... Mostra como a rotina é linda e aconchegante se vivenciada com amor. Bela inspiração! Adorei! Bjusss

    ResponderExcluir
  15. Se todos os dias e relacionamento fossem assim, o mundo seria quase perfeito.

    Beijo querida, amei o teu texto.

    ResponderExcluir
  16. Meus comentários sempre me parecem vagos diante do seu talento. Parabéns, elogios repetitivos, mas não me canso disso, ler toda poesia amável e te elogiar demais, porque você tem muito talento.
    Me identifiquei tanto com este escrito. As segundas-feiras separando nossa rotina bela com os amados, fazendo com que as sextas fiquem longe e a saudade grande.

    Adorei, um dos melhores pra mim. Beijos.

    ResponderExcluir
  17. Teus textos não são lindos, são perfeitos. Mesmo falando em rotina você se superou, arrasou em cada palavra, perfeito.

    O amor é capaz de vencer o tédio da rotina, beijos.

    ResponderExcluir
  18. Lindo! Gosto tanto da tua escrita, da tua forma de pensar, de sentir... encontro-me em diversas linhas de teus textos!
    Sol-risos ♥

    ResponderExcluir
  19. Adorei! Acho que com o amor é meio assim mesmo ^^

    ResponderExcluir
  20. E é assim que o amorr é bom...Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  21. Inevitavelmente, li teu texto com toda calma que este me pede e imaginei cenas. Adorei tua calma e sensibilidade.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  22. cada vez que venho aqui é uma surpresa nova.
    Uma bela surpresa, por sinal.
    Adoro a tus descrição dos detalhes do cotidiano, estes que muitas vezes deixamos passar.
    Saio sempre daqui com um sorriso no rosto e á vontade de fazer todo mundo conhecer tuas palavras *--*
    parabéns flor.

    -
    ahh adoroo o Carpinejar *---*

    ResponderExcluir
  23. Quero texto novo, Yohana. Você não pode demorar para postar assim não, eu fico órfão.

    Bom domingo para ti.

    Beijos

    ResponderExcluir
  24. Muito lindo esse amor que tu descreveu, essa cumplicidade, quando a gente ama fica tudo mais belo, mais encantador.


    Beijos

    ResponderExcluir
  25. Yo amada, é sempre emocionante passar aqui. Já disse tantas vezes o quanto tua escrita me coloca frente as coisas do mundo e me "obriga" a refletir sobre minha vida a partir de relatos teus. És talentosa, menina!
    Passei por momentos difíceis e aqui encontro, também, a alegria que parecia fugir de mim. Obrigada!
    Bjooo

    ResponderExcluir
  26. Oii Yohanna passando aqui pra te convidar pra conhecer o meu cantinho no tumbrl com textos e frases da minha autoria te espero la viu bjinhos boa sexta =)

    http://juhdocemel.tumblr.com/blogjuhdocemel

    ResponderExcluir
  27. Olá menina... que lindo texto..
    Adorei o seu blog, encantador! com certeza voltarei mais vezes.. espero uma visita sua!!
    aproveita que está tendo um super passeio lá!!
    beijos, cuide-se.

    ResponderExcluir
  28. Amei, achei você no blog Nat poesia, que escreve tão bem quanto você!!! Posso traduzir que você é uma mistura de todos autores que li!

    ResponderExcluir
  29. Olha, moça, acho que esse foi o seu texto mais bonito que já li desde que passei a visitar seu blog. Fiquei daqui querendo viver tudo isso. Sentir tudo isso. Fiquei querendo que seja assim, quando der pra ser. Achei lindo, repito. Vou ler de novo, aimeudeus.

    Um beeeeeeeeeeeijo.

    ResponderExcluir
  30. Olá! Vi teu recadinho no Pensamento Indelével (obrigada pela visita); e vim retribuir. Percebi que já sigo aqui e no face também. Paz, luz e inspiração - sempre! Abraços.

    ResponderExcluir
  31. Tenho que confessar que ADORO seus textos... =)

    ResponderExcluir