segunda-feira, 4 de julho de 2011

O único vilão entre nós.

37 Comentários
                  
 Esqueça aquele seu amigo "fura-olho", meu mais novo amigo para sempre, aquela turminha da invejinha alheia. Há apenas um vilão a nos atormentar: o seu despertador. 
Odeio seu despertador. Inconveniente, escandaloso, gritando já ao amanhecer. Nada tem me irritado tanto, nada tem tirado tanto o meu sono, literalmente 
O mal educado dá de tocar sempre na hora errada, na hora que minha paz sossega na sua, que seu abraço acostuma meu corpo. Não pode ver o sol se anunciar e já vem com toda sua agitação. Despreza o conforto criado na madrugada e inicia a sessão barulhenta que atravessa o nosso sono e antecipa a nossa manhã.
 Odeio seu estilo arrogante que finge não ver nosso aconchego. Os pés e lençóis emaranhados, almofadas que começam a noite ao nosso lado e terminam sabe-se lá onde. Seu rosto que se perde nos meus cabelos, meu rosto que repousa no teu colo. 
Irritam-me seus rompantes e todos os seus tique-taques apressados que, como se não bastasse ignorar o porto seguro que é o nosso edredom, vem também debochar da beleza das horas que antecedem nosso adormecer.  
Barulhento, inusitado, insistente no disparar do alarme. Odeio seu despertador. 
Pode-se alterar seu som, escolher qualquer outro menos desagradável, imaginando ser possível amenizar tamanho estrago, mas não. Nada alivia sua culpa, nada nos desvia de seu penar. 
Qualquer dia voa da cabeceira pra parede em dois segundos, o abusado. Não é ameaça, é previsão. Não posso mais com esse tal. Quando penso estar a salvo envolvida pelos teus braços, afundada em seu peito como única morada, vem aquele som injusto interromper meu momento de refúgio.
 Mas já chega, já não posso. Chego ao cúmulo da chantagem. Ou viro dona deste tempo, ou mudo meus travesseiros de endereço. Ou ele, ou eu. Não há espaço pra nós dois neste quarto. Não haverá trégua enquanto seu despertador estiver por perto. 
Sinto muito, mas estará tudo acabado entre nós enquanto seu despertador estiver em alerta, enquanto houver tempo programado pra me despertar do sono e do sonho bom que é dormir e acordar com você.

37 comentários:

  1. Eu sei que o sonho pode continuar. É bem fácil.
    Pegue o maldido despertador. Jogue-o no chão e pise em cima com força(comtodaforça). Respire fundo, deite-se novamente e sonhe acordada (deolhosbemabertos). Realidade é poder sonhar sem a limitação da ilusão.

    Um beijo flor de maracujá.

    ResponderExcluir
  2. Sem comentários texto maravilhoso.
    Fique com Deus
    Beijosss

    ResponderExcluir
  3. OI Yohanna saudades das suas postagens bom ta rolando um sorteio la no meu blog de 1 kit pros meus seguidores esse meus meu blog comemora 1 ano de exixtencia se vc gostar dos brindes participa bjinhos e obrigada sempre pelo carinho la no meu blog ..!!

    ResponderExcluir
  4. Não baixe a guarda, querida! Xeque-mate no despertador! rsrsrs
    O Construtora de Palavras está de aniversário e tem uma mensagem aos amigos por lá.
    Bjo, Yohana.

    ResponderExcluir
  5. e é incrível como você sempre me faz voltar, acho que já estou completamente viciada nos seus textos, quando vejo que no painel tem postagem nova por aqui, não penso duas vezes e venho logo visitar!
    ps: Que mate logo esse despertador, por que no amor não a tempo.
    http://amigasentresegredos.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pela visita, saíba que você também será sempre bem vinda.

    ResponderExcluir
  7. Oooooooi. Que saudade daqui!
    Desculpe-me pela ausência. Estala atarefada demais sendo uma aluna exemplar. rs =)

    Querida! Que delícia de leitura!
    Verdade demais. Odeio o meu despertador, e qualquer outro do mundo. Ele sempre toca na hora errada, nos momentos que você descreveu, bem na hora que o sonho está no ápice. Na hora que você acaba de dormir.

    Mais horas de sono, de sonho com eles! Please.

    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  8. É bom passar aqui e ler seus textos,uma dose de calma pra mim que tenho estudado tanto ! hahaha

    Estou com textos pra postar,mas todos manuscritos,vou digitá-los e postá-los pra já viu?hahaha

    beijão!!

    ResponderExcluir
  9. Que lindo, Sanfer!

    "Ou viro dona deste tempo, ou mudo meus travesseiros de endereço." Achei esse trecho genial!

    Parabéns!

    Menina do Balaio
    (porque a gente sai da oficina, mas a oficina não sai da gente)

    ResponderExcluir
  10. Eu me pergunto se um dia as coisas se ajeitam... Espero que sim. Lindo, querida. =)

    ResponderExcluir
  11. Que saudade eu tava da senhorita!Some mais não!rs
    Acredite, existe despertador pior viu?! Aquele que te desperta de uma vida que você estava adorando! :( Queria eu, conviver com um despertador que nem o seu!rs
    beeijo;*

    ResponderExcluir
  12. Lindo Post Flor!
    Sei beem como é. "Quando penso estar a salvo envolvida pelos teus braços, afundada em seu peito como única morada, vem aquele som injusto interromper meu momento de refúgio." Perfeita essa parte *-*.
    beeijo!

    ResponderExcluir
  13. manda esse inconveniente pra parede...nada nem ninguem tem o direito de pertubar o amor e os sonhos...Beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  14. Texto maravilhoso, mas o pior despertador é aquele que te desperta de um sonho impossível, que te abre os olhos.
    Felicidades pra ti guria!


    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Vou fazer uma reforma no http://vitalize-se.blogspot.com/ e gostaria da sua sugestão!!
    Passa lá e deixa seu comentário..afinal, nda melhor do que os seguidores opnando!!

    Bjss

    ResponderExcluir
  16. O despertador não é vilão somente quando estamos acompanhadas, embora esta condição fique mais clara em tais momentos. Ele é o vilão de todas as manhãs. Gostei do texto, guria!
    Um beijo.

    ResponderExcluir
  17. Ah que amor, tu usou o despertador para criar um texto e ficou super fofo. Como tu consegue amada?
    Que dom que tu tens, sou tua fã, já sabe. Beijões.

    ResponderExcluir
  18. Saudade daqui moça, aah que legal teu texto e nesse inverno o nosso vilão é mesmo o tal despertador.


    Beijos

    ResponderExcluir
  19. Maravilhosamente belo. Adorei o texto.

    E a pior coisa que existe é disputar quem se ama com o tempo, com as obrigações e como o dia-a-dia.

    Beijos

    ResponderExcluir
  20. Despertador desmancha prazer...que chato!

    ;)

    Um beijo.

    ResponderExcluir
  21. Oi Yohana! Voltando para reler-te... Muito bom o ensaio! Parabéns! Bejusss

    ResponderExcluir
  22. Yoo.. tem selinho pra você lá no blog :]

    um beijo!
    http://confidencias-infinitas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  23. AMEI! hahahah. No começo jurei que diria que o vilão era alguém, uma terceira pessoa no relacionamento, sei lá, mas o pior inimigo é mesmo o despertador. Mas quer saber o que tem que fazer? Correr atrás e aproveitar cada minuto com ele até que o despertador te desperte. Beijos!

    ResponderExcluir
  24. oi memiga, como eu senti falta dessas palavras sabias que sempre entram dentro de meu ser como se fossemos amigas confidentes e que vc soubesse exatamente o que sinto... amo seus textos e qnt a esse vilão que esta um sua vida memiga, joga logo ele na parede para q possa ficar mais um pouco no colo de seu amor...
    bjkssss

    ResponderExcluir
  25. esse terceiro item que leva a pessoa amada embora é de doer mesmo!

    ResponderExcluir
  26. Textos lindos sempre!
    Querida amiga!
    Passando para lhe desejar um bom final de semana!
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  27. Passei aqui para ler mais um escrito teu, não encontrei então deixo um monte de abraços menina!


    Beeijo

    ResponderExcluir
  28. Minha querida, tem selinho pra ti em meu blog!
    Passa lá!
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  29. Olá!Que texto lindo!Pois é por mais uqe a gente queira sonhar o despertador insiste em nos chamar de votla para a realidade...
    Bom domingo!
    Beijosss

    ResponderExcluir
  30. Ah, adoro passar por aqui,Yohana! Você consegue fazer poesia da coisa mais chata do mundo, o despertador e a gente chega ao final querendo que você continue a falar do vilão... Beijos!

    ResponderExcluir
  31. Que maravilha de texto! Adoro suas construções o uso linguístico que nos prende e nos faz querer sempre mais!Sou fã, incondicionalmente Fã.

    ResponderExcluir