quinta-feira, 21 de abril de 2011

Não saber...

53 Comentários


Não há nada mais irritante do que respostas não-respostas. 
Engarrafamento irrita, trânsito de sexta-feira, buzina ignorante, gente contraditória, fila que não anda, vizinho com rádio potente e nenhum bom gosto irrita. Falta de educação, respostas atravessadas, atitude desnecessária, tudo isso. Mas nada mais desconcertante que um "não sei". 
"Não sei" é termo que não vale, "não sei" não é resposta, "não sei" não é cabível. Falo daquele "não sei" inteligente e esperto não o desprovido de informação. Aquele que é parente próximo do "talvez", vizinho do "pode ser", amigo fiel do "quem sabe". 
"Não sei" não rende assunto, não dá chance nem esperança. Não dá audiência. É preguiça, provocação. "Não sei" é arrancar as páginas de possibilidades e reflexões de um livro bom, é posição de impedimento, é tirar o corpo fora. Puro descaso, covardia. O boicote das justificativas. A alergia dos práticos. A úlcera dos ansiosos. 
É ter todas as respostas guardadas, preparadas, apontadas e ainda assim se esquivar. Ter a mancha de um crime nas mãos e negá-lo. "Não sei" é a fuga dos que não se comprometem. É vazio de sentido, tentativa frustrada de absolvição. Inconveniente, conservador, teste e tortura da paciência."Não sei", piada mal contada! Cretina, infundada! Se esconde atrás da sombra e do suposto respaldo das abstenções. 
"Não sei" compactua com o "porque sim" e o "porque não" como escape de continuação do asssunto. Simbióticos e injustos. Tenta parar o trânsito da prosa, mas é atropelado pelas interrogações. É a pressa e o pecado da língua insana, o tormento das personalidades combativas, o desespero dos discordantes. "Não sei" é a negação do recurso. Não remete ao passado e não liga ao futuro, é a pedra no caminho da decisão, a pedra no sapato dos objetivos. "Não sei" como comodismo, escolha mais conveniente. 
Nada bobo o "não sei", bastante sábio. Um perigo, um abuso. Deveria ser censurado, abolido, abortado. Ahhh o "não sei"... descabido e desnecessário! 
Responda "não sei" pra mim e prepare-se para o show de questionamento. Tenha certeza de sua resposta, de sua falta de posição. Esteja seguro e armado. Armado de  argumentação.

53 comentários:

  1. Nossa, sinto os mesmo pelos "não sei" recebidos, pura imprudência do individuo... bom texto!
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. São coisas chatas e muitas vezes irritantes que temos que conviver no dia-a-dia mas podemos virar tudo isso a nosso favor ;)
    adorei o texto

    ResponderExcluir
  3. infelizmente,temos que conviver...
    Feliz Páscoa,Querida!
    Beijo

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. "Não sei" é a válvula de escape pra quem não tem autenticidade. Gosto daqueles que se expressam, pois o máximo que pode acontecer é agente errar pra aprender com quem sabe.

    Feliz Páscoa!!!

    bjoO :)

    ResponderExcluir
  6. Amei Yohana!!! fez-me lembrar de um namorado de faculdade que não sabia nem o que pedir na lanchonete e sempre pedia o mesmo que eu... ai que irritante! Prefiro uma resposta erronea a um "não sei", melhor depois consertar se falou bobagem do que não falar nada... Tb não suporto!!! ahahahha Amei! Adoooro seus textos! Beijinhos!

    ResponderExcluir
  7. como você faz isso?
    sabe dizer exatamente o que sentimos.
    Também odeio estes "não sei" ou "deixa pra lá" ou até mesmo "esquece". Não há nada pior do que uma resposta sem resposta. É vazio, é fraco, é medroso.
    Amei flor.

    ResponderExcluir
  8. Eu sei. Sei que aqui encontro a opinião mais transparente e o talento em progressão. A cada novo texto (já disse isso quantas vezes mesmo?) surpreendes e envolve mais a teus leitores, Yohana.
    Desejo uma Páscoa de respostas inteiras pra ti, querida amiga.
    Bjooo

    ResponderExcluir
  9. Desculpa pelo spam, mas é que tive que fazer outro blog, porque meu não quer entrar mais !
    perdi todos meus contatos, espero uma visitinha sua viu ? e ajude meu blog crescer novamente beeeijos ;*

    ResponderExcluir
  10. Florzinhaaa, passando no seu cantinho encantado e aproveitando para desejar um Páscoa cheia de renovaçoes em sua vida. Que tudo melhore e renasça...
    Bjkassssssss

    ResponderExcluir
  11. Olá minha querida amiga!
    Passando para lhe desejar uma ótima Páscoa!
    Muito chocolate pra ti!
    ahaha
    Beijos meus

    ResponderExcluir
  12. Sou outra que não atura esse negócio de "não sei" ou "porque sim". Indecisão tem que ter limite. Bom, quem sou eu pra falar isso, sou indecisa pra caramba... mas enfim, ótimo texto. Já tô seguindo aqui, se puder dá uma olhada no meu blog. Beijo e boa páscoa pra ti. http://estousemcriatividadenomomento.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Concordo com a abolição dessas palavrinhas tão desnecessárias! hahaha Feliz páscoa pra você flor!! Bj

    ResponderExcluir
  14. Ótima páscoa pra vc querida!!

    Bjinhos ^^

    ResponderExcluir
  15. Como é possível duas palavrinhas renderem tanto, não é? Com apenas um "não sei" você conseguiu explicar exatamente como é que sentimos ao ouvi-lo. Escreve muito bem!

    ResponderExcluir
  16. Uma das coisas que MAIS me irritam é o tal do não sei. Como você disse, é cômodo. O não sei tira todas as responsabilidades de quem o pronuncia. E como isso me irrita, viu.

    Beijos da Flor

    ResponderExcluir
  17. O projeto é este que você acabou de comentar, onde a Maria Helena nos conta a história dela. Te convidei para contar a sua também !!! =)

    E sobre a criatividade, eu me expressei mal mesmo... falei que o seu amor (ou ex amor) é muito criativo! Achei lindinho quando ele te deu as flores (o copo de leite) rs

    Beijos da Flor

    ResponderExcluir
  18. Minha Querida,
    Passando para desejar-te uma terça-feira doce pra ti!
    Obrigada sempre pelo carinho,és um amor.
    Beijo grande!!

    ResponderExcluir
  19. Voltei para responder, amada. Claro que li teu comentário na postagem sobre idosos. Fiquei muito feliz em saber que já trabalhaste (mesmo sendo em estágio) com essa população tão carente de atenção e tão cheia de ensinamentos a passar. Aos poucos descubro mais afinidades entre nós e isso me deixa cheia de sorrisos. Aprendi a admirar tua produção textual e postura frente à vida, Yohana. :)
    Uma semana iluminada pra ti.
    Bjoooo

    ResponderExcluir
  20. Olá, Yohane,
    Gostaria de convidar você para as comemorações do segundo aniversário do blog Jazz + Bossa + Baratos Outros:
    www.ericocordeiro.blogspot.com
    Um fraterno abraço!

    ResponderExcluir
  21. Essas sao respostas típicas de quem não quer dizer o que realmente sente,ou melhor, o que realmente quer. rs
    Deve ser medo né? rs

    beijokas

    Nina.

    www.devaneios-fragmentos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. Ah flor! eu já fui tão assim!
    Da turma dos covardes... ando aprendendo viu.}tenho absoluta certeza do que eu quero, mas se envolve outras pessoas.. fico em cima do muro.. esperando agradar a todos. Uma complicação!
    Venho melhorado, e este escrito me fez bem demais!

    Saudade de vce.
    aaaaaah. ja ja tem texto novo lá no pratododia!
    Estou na correria, por isso lá anda meio abandonado! Desculpa. beijos.;

    ResponderExcluir
  23. "O boicote das justificativas. A alergia dos práticos. A úlcera dos ansiosos. É ter todas as respostas guardadas, preparadas, apontadas e ainda assim se esquivar. Ter a mancha de um crime nas mãos e negá-lo. "Não sei" é a fuga dos que não se comprometem."

    Também já fui assim, hoje em dia digo tudo, mesmo que ninguém entenda, se for meu jeito de saber, tô dizendo rs
    Adorei a forma como você escreveu esse texto, foi fluindo tão bem, consegui imaginá-lo numa página de jornal ou revista, uma crônica escrita por uma ótima escritora.

    ResponderExcluir
  24. Veio na mente (ou no caração?)o sentimento chatíssimo que a gente sente quando alguém fala isso, nossa, dá nos nervos! Parabéns pelo blog, muito legal! Voltarei mais vezes aqui!

    ResponderExcluir
  25. Oi,Flor!Pior do que um não é a dúvida de um talvez, não há coisa pior do que um "não sei", com certeza a pessoa em questão sabe sim o que pensa o que sente só não tem coragem de admitir.
    Beijosss

    ResponderExcluir
  26. São coisas chatas mas com as quais infelizmente somos obrigados a conviver...
    beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  27. Oi meu bem, tem selinhos pra vc lá no meu blog
    http://jaquellinee.blogspot.com/2011/04/selos.html

    ResponderExcluir
  28. O não sei mata por dentro, mas confesso que as vezes distribuo alguns, algumas tantas vezes por medo de dizer a verdade...
    Ah, como o comodismo nos atrapalha e nos atrasa hein?!
    beeeijo moça que me deixa sorrindo depois de ler seus textos e seus comentários!
    obrigada ;)

    ResponderExcluir
  29. Não sei é a omissão, ficar no talvez é como fazer um paliativo tão somente para se livrar do questionamento.
    Sempre esperamos uma resposta que sane completamente todas as dúvidas e que também leve embora todas as possibilidades de questionamento.

    ResponderExcluir
  30. Oi Flor!!! Td bem????
    Amei o texto!!!!
    Tem selinho no meu blog p vc ok?
    Um ótimo fds..
    Bjssssssssss

    ResponderExcluir
  31. Esse maldito "não sei" parece artificio de gente manipuladora, que faz isso justamente para desestabilizar a mente do questionador, que aguardava ansioso por uma resposta concreta que lhe fornecesse o gosto do debate e abrisse a porta para alguma ação. "Não sei" é para sair da situação, falsear a si mesmo, escapulir. É venenosa covardia.

    Faz tempo que não passo aqui, o blog continua lindo...
    Parabéns Girl!

    kisses

    ResponderExcluir
  32. Acabei de perceber que meus "não sei" devem ser eliminados.

    Para variar, um maravilhos texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  33. Concordo que o certo a fazer e usar da sinceridade, embora em alguns casos seja complicado - partindo do pressuposto de que a verdade nua e crua pode magoar alguém. Mas também aí entra a maneira utilizada para falar, seja lá o que for. É tudo questão de cuidado.
    Ótimo texto para reflexão, flor!
    Adorei!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  34. Yohana Arrassouuu!!!
    Adorei o texto. Já te disse que adoro o que vc escreve, escreve muito bem...

    Tá lindo seu blog..

    Beijokinhas Migaaa

    ResponderExcluir
  35. ...Nunca deixo de passar aqui no seu cantinho yohanna porque sei que vou encontrar sempre coisas lindas que tem muito a me dizer ...bom final de semana bjinhos ^^)

    ResponderExcluir
  36. Muito inteligente a forma como você escreveu esse texto, adorei. "Não sei" é a negação do recurso. Não remete ao passado e não liga ao futuro, é a pedra no caminho da decisão, a pedra no sapato dos objetivos." não saber é algo realmente perigoso, que coloca os outros em nossas mãos, com nossas dúvidas. Um beijo guria, como sempre, escrevendo talentosamente.

    ResponderExcluir
  37. e a pior de todas é a reticência, esse pedaço inacabado de sei lá o que...
    Gostei do modo como tratou o tema, minha amiga,uma revoltazinha lítero-poético nunca fez mal a ninguém, aliás o que faz mal a gente são respostas não-respostas, não é mesmo...rsrsr...

    bj-bj

    ResponderExcluir
  38. Passando pra deseja um excelente final de semana!!
    beijos

    ResponderExcluir
  39. agora fiquei mal, haha
    eu falo muitos nãosei's :(

    ResponderExcluir
  40. Amiga querida ...gostei muito do texto...
    Que todos os dias quando você acordar...
    receba dos Céus a bênção de ter
    sempre por perto as pessoas que te amam...
    Um final de semana com toda sorte de benção bjs!!!

    ResponderExcluir
  41. Querida, tu tira meu fôlego, eu li e nem respirei.
    odeio os "não sei" prefiro um não bem dado, um sim escarrado.

    Ah e como são chatos e sem senso os tais vizinhos de som potente.

    Um Beijo!!

    ResponderExcluir
  42. não sei pode ser uma resposta de ignorancia que até determinado momento é natural ou pode ser politica que nunca é natural.
    ps- teu nome é um dos mais lindos que ja vi

    ResponderExcluir
  43. Adorei o texto, principalmente essa parte “Um perigo, um abuso. Deveria ser censurado, abolido, abortado. Ahhh o "não sei"... descabido e desnecessário! Responda "não sei" pra mim e prepare-se para o show de questionamento.” Não existe coisa pior do que um simples “Não sei” esse deveria ser expulso da língua portuguesa rs

    Estou te seguindo e se você gostar dos meus textos
    Siga-me também! Mil beijos.

    ResponderExcluir
  44. Muito incrível o que tu escreveu, eu tmb sempre odiei esse "não sei" mas nunca o tive coragem de criticar. Beijos querida, linda semana e uma ótima pascoa, super atrasada. rsrs!

    ResponderExcluir
  45. Ah, que maravilha de post!
    Adorei minha amiga!
    Beijos meus e um bom domingo!

    ResponderExcluir
  46. Não sei esconde sempre alguma coisa. Concerteza há receio em falar o quê realmente sente em função da opinião alheia.

    ResponderExcluir
  47. Homem assim, quem sabe então, pode ser que eu sinta-me atraída talvez, quando este mesmo homem recuperar sua opinião própria. Não sei! ;)

    ResponderExcluir
  48. Tem selinho lá no Meu Aconchego pra vc.Meus 500 seguidores, gostaria que vc compartilhasse desta alegria comigo. Beijos achocolatados

    ResponderExcluir
  49. sei não, a verdade é não-toda, disse Lacan.

    ResponderExcluir
  50. me impressiona a visão de tudo que você tem e a criatividade e sabedoria com que escreve seus textos, juntando uma boa ideia com palavras bonitas, sabedoria e um toque de criatividade.
    esse não sei é mesmo o certificado da falta de opinião e através dele nos sujeitamos aos outros pois como mesmo diz aquela velha frase, quem cala consente. um beijo

    ResponderExcluir
  51. O " não sei" é a perda de esperanças, também odeio, pra mim é 8 ou 80. Não sei não resolve nada.

    Amei o texto flor!

    Beijos

    ResponderExcluir
  52. Outro dia mesmo eu recebi um "adeus" e quando perguntei o motivo, vieram muitas palavras e desculpas, mas que juntas deixavam evidentes um "Não sei". Triste. Péssimo!

    Texto muito legal!
    Beijos e queijos!;*

    http://mundoforadagua.blogspot.com

    ResponderExcluir