domingo, 9 de janeiro de 2011

Do verbo querer.

24 Comentários


 Sim, tenho um coração urgente que tem pressa de tudo. Tenho sede, tenho sonhos, tenho planos pra mil anos!
Sim, eu quero mais, sempre mais. Mais brilho, mais falta de ar, mais frio na barriga, mais noites em claro, mais sua melanina colada na minha palidez.
Sabe aquele tom de aventura, de nenhuma responsabilidade e também nenhuma culpa? Então, eu quero.
Quero o inusitado, quero velocidades e nenhum freio. Quero seu olhar indecente e seu despertar nas madrugadas.
Lembra daquela dança, do dia que nos conhecemos, aquela dança que você jura que fiquei te devendo porque passei mais tempo com um outro rapaz que supostamente dançava melhor? Então, eu quero ela denovo mas dessa vez eu vou pedir pra trocarem as músicas, vou pedir pra tocarem as nossas músicas e eu vou encostar no seu peito pra você me conduzir pelo tempo que quiser.
E pra não perder minha fama de “drama queen” eu quero também as briguinhas e todos os seus absurdos e mais ainda as reconciliações com todas as lágrimas e beijos famintos dos quais elas são passíveis.
Quero você rondando meu desassossego que é pra eu morar no conforto do seu abraço. Meu refúgio, meu delírio, minha paz. Vem, eu sei que você pode mais, mas sei também que você jamais se conformou com minha mania de querer mais.
Você nunca vai entender, que a minha sede é constante, que o meu querer é em doses dobradas e o meu sonhar só sossega no infinito.
Mas vem, discursa sobre os meu excessos, me censura, me rotula, me chame de chata, de maluca, mandona, mimada. Diga que eu sou intensa, tensa, dramática, exagerada. Declare que tudo que eu amo, acredito, reclamo ou sofro, eu amo demais, acredito demais, sofro demais e sim, eu reclamo demais. É tudo, tudo verdade.
Mas olha, chega mais perto agora que eu vou revelar um segredo, eu vou publicar minha absolvição: eu não vejo porquê de ser diferente quando a realidade ainda não é melhor do que os meus sonhos.
Eu não tenho culpa do meu querer não caber numa simples frase de “Eu te amo”.

24 comentários:

  1. Que QUERER bonito! Esses dias andaram tentar conjugar para mim, mas não foi tão convicente como esse seu.
    Parabéns pelo lindo verbo!

    Um Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Olaá Yohana
    Vim fazer uma visitinha e
    gostei muito do que vi
    por aqui!
    Parabéns pelo blog!
    Voltarei mais vezes!

    Lindo post,
    Me identifiquei..
    tenho desejos incotrolaveis,
    quero muito, quero tudo
    e quero agoraa, rs!
    Vivo esperando o melhor da vida!

    Beijos flor!
    Tenha um
    Domingo abençoado!

    ResponderExcluir
  3. São sempre fantásticos os seus textos Yohana!.. Parabéns!!

    Beijocas em seu coração..
    *verinha*

    ResponderExcluir
  4. Nossa,adorei!

    "Você nunca vai entender, que a minha sede é constante, que o meu querer é em doses dobradas e o meu sonhar só sossega no infinito."

    Que culpa temos de gostar mais da intensidade,do querer e querer ao extremo?

    Beijoos!

    ResponderExcluir
  5. A que lindo, não tenho nem palavras para expressar sobre o que quero falar a respeito do post. Como sempre minha querida arrazando, parabéns. Bjs querida

    ResponderExcluir
  6. QUERER *-* ainda mais nesse começo de ano, tudo renovado...................

    ResponderExcluir
  7. Mais um belissimo texto. Sempre gosto de vir aqui.
    Devemos querer mais coisas boas como essas aí.
    --
    Parabéns mesmo.
    --
    PS: não esqueça de participar do projeto do blog.
    beijo grande

    ResponderExcluir
  8. Achei maravilhoso a maneira como você fez esse sentimento nascer na gente também, leitoras. Dá vontade de sair agora, correndo, pra satisfazer todos esses meus verbos de querer que tenho agora. Mais um texto maravilhoso seu! Adorei. Um beijão.

    ResponderExcluir
  9. Oie...

    Passando pra avisar que já estou de volta ao meu cantinho, que aliás está de cara nova...

    Passa lá pra conferir...

    Beijos no ♥!...

    ResponderExcluir
  10. Esses textos, embora bobos (não que o seu seja bob, não me entenda mal!) são os que melhor expressam as nossas emoções... adorei como sempre!
    Beijo e feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  11. eu siimplesmeeente ameei o texto; mto lindo, mto perfeito flor; vou repostar, se importa?? darei os devidos créditos. está de parabéns!! beeijos

    ResponderExcluir
  12. É incrível como queremos muitas coisas! FATO#

    ResponderExcluir
  13. Eu quero, eu quero & eu queroooooooooooooo..rs


    Te indiquei para o selo de Qualidade..Passa lá no blog.

    bjimmm

    www.tempestade-floresnocaminho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Um amor de verdade não cabe em um simples "eu te amo". Belo texto.

    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Mas me diz, nossos exageros não tem um gosto melhor, não fazem mais sentido tendo alguém para direciona-los, para ser nosso alvo?

    Paaaalmas, muitas palmas.. adorei o seu blog, é lindo e com um conteúdo muito bom, e obrigada pela atenção ao meu também. Temos muito em comum, em relação a todo esse exagero e fixação por verbos. rs
    Parabéns, sucesso e muito mais amor e exageros na vida, porque isso nunca é demais!

    ResponderExcluir
  16. E não se culpe por isso, menina! É o melhor que se há!
    Querida, tem selinho pra ti!
    Passa lá no meu cantinho!
    Beijos meus.

    ResponderExcluir
  17. que vc se derrame em sentimentos e desague intensidade

    beeeeeeeeeeeeijo

    ResponderExcluir
  18. Drama queen??
    hahaha
    Sei como é... Não sei como ainda não me deram um título parecido... hehehe

    ResponderExcluir
  19. Que delicia de texto ..

    Como é gostoso ler algo assim ..

    bjs

    ResponderExcluir
  20. Olá querida!
    tem selinho no meu blog
    Passa lá buscar!
    Beijos meus
    Tenha um ótimo dia!

    ResponderExcluir
  21. Yo, olá...lindo textoooo.... ahhh, tem selinho para vc em meu blog.. vá buscá-lo..bjkss

    ResponderExcluir