• amazing shot

quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Feita de sonhos

21 Comentários


Feita de flores,
mas filha de outonos

Não era feita de saltos,
gostava de pausas

Era feita de ventos
e de voos
e de nuvens
e de quereres em tons de azul

De prosa que é feita pra soprar

Feita de viver
viver no mundo da lua

Na sua prece: 
um sorriso que se fizesse presente
um bem querer que lhe quisesse de volta
um era uma vez que transpassasse o papel

E só de imaginar
o acaso colaborar com aquela poesia, 
ela sorria

De sonhos, era feita de sonhos.



Yohana Sanfer tem 32 anos, é escritora, autora do blog "Papel, palavra, coração", autora  dos livros "Da boca pra dentro",  "É de menino, é de menina"  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.   
                                                        
Siga- no

Continue lendo »

segunda-feira, 12 de setembro de 2016

7 motivos para conhecer o livro Doze por doze!

36 Comentários

Vocês conhecem o DOZE POR DOZE? 
Pois eu vou apresentá-lo e dar sete motivos pra quem ainda não conhece 
correr agora para resolver isso:

1 - O PROJETO

Já tem quase um ano que este livro azul lindo nasceu na Amazon e logo depois ganhou sua versão impressa. Idealizado pela escritora Thati Machado e organizado através do seu blog, o Nem te conto, Doze por doze surgiu numa noite de insônia, em meio aos planos da autora para o ano de 2016.
Thati é autora de "Ponte de Cristal", "Com outros olhos" e "Poder Extra G"  e quem a conhece sabe que seus projetos têm sempre um carinho especial. Com este livro não foi diferente. 

2 - OS AUTORES

Doze autores compõem o Doze por doze. Foram nove convidados: Lucas Borges, Carolina Estrella, Bruna Fontes, Vinícius Grossos, Carine Raposo, Augusto Alvarenga, Larissa Siriani e eu, Yohana Sanfer ;). E três foram escolhidos através de um concurso literário: Karina Rocha, Mariana Cestari, e Marianna Leão.
A grande maioria já é conhecida dos leitores, seja pelos eventos literários ou por seus livros lindos espalhados em todo o Brasil. Mas se você ainda não conhece alguns, tá aqui a chance!



3- UMA HISTÓRIA PARA CADA MÊS DO ANO

O nome Doze por doze traduz bem a ideia do livro. São doze diferentes autores com suas doze diferentes histórias, e cada uma se passa em um dos doze meses do ano. Legal, não é? São histórias e estilos de escrita para todos os gostos. Algumas românticas e outras nem tanto, algumas engraçadas e outras que te farão refletir. Uma coisa é certa: os leitores podem esperar por contos diversos e meses bem representados, cada um com seus sentimentos e mensagens especiais. 


4 - O QUE DIZEM OS LEITORES

E o que não me deixa mentir são as resenhas lindas que o Doze por doze já ganhou. Muitos leitores destacam o que cada conto significou pra eles, outros destacam os trechos preferidos de cada história e todos dedicaram leituras e resenhas carregadas de boas observações. Vocês encontram resenhas em muitos blogs: no próprio Nem te conto, no Magia Literária, no Entre chocolates e músicas e também no Skoob, onde é possível encontrar vários depoimentos e links de blogueiros que já leram o livro.



5 - YOUNG ADULT

O gênero literário do Doze por doze é aquele que vem ganhando cada vez mais espaço no Brasil e se tornando o queridinho de muitos leitores: Young Adult. Então, vocês podem preparar o coração para temas como amores de verão, amores interrompidos, vingança, superação, aventuras, desejos, diferenças e descobertas. 

6 - TEMOS NOSSO PRÓPRIO TEMPO

Este parece o refrão de uma música linda da Legião Urbana, a "Tempo perdido", mas neste caso é o título do meu conto para o livro. E falar dele como um dos itens dessa lista não é apenas uma "propaganda", mas um querer dividir com vocês o carinho que eu tenho por ele e também para revelar um segredo. O carinho se dá pelo fato de ter sido o meu primeiro conto escrito. Pra quem só escrevia crônicas e poesias, vocês podem imaginar o desafio que foi, não é? rs 
O retorno tem sido positivo e isso me deixa muito feliz! Em "Temos nosso próprio tempo" apresento Melina e Gael, numa história sobre flores, sonhos, música e a descoberta do amor. O segredo? Do conto surgirá o meu primeiro romance e meu maior desejo atual é conseguir publicá- lo no próximo ano pra vocês. <3


7 - LITERATURA NACIONAL

Este aqui é um tópico que poderia estar no topo da nossa lista, mas também se encaixa muito bem como o sétimo e último motivo pra você conhecer o Doze por doze: ler um nacional. O livro é mais um para compor o time bonito da Literatura nacional contemporânea e reza a lenda que cada vez que a gente se permite ler um livro nacional, um autor nacional sorri e esse sorriso vira uma estrela. Quem não gosta de um céu estrelado? ;)

Deixo aqui a sinopse e as informações do livro:

Sinopse
"525 mil e 600 minutos, como você mede um ano? Em dias, em horas... Que tal em 12 histórias?"
A chegada do ano novo traz consigo o desejo de renovação. Renovamos nossas esperanças, nossos desejos, nossas metas… E, ao início, não sabemos o que esperar do novo ciclo, mas e se… Pudéssemos medir a intensidade de um ano através de suas histórias? Essa é a proposta do “Doze por Doze”. Trazer variados contos, dos mais variados gêneros, para nos fazer enxergar quantas coisas incríveis podem acontecer no período de 12 meses; de 365 dias.
Sumário
Janeiro - Salada mista - Karina Rocha
Fevereiro - Um carnaval inesquecível - Lucas Borges
Março - Águas de março - Mariana Cestari
Abril - A última vez que te amei - Carolina Estrella
Maio - Temos nosso próprio tempo - Yohana Sanfer
Junho - Eu nunca - Bruna Fontes
Julho - Julho azul - Vinícius Grossos
Agosto - Aquela noite de agosto - Carine Raposo
Setembro - O garoto de setembro - Marianna Leão
Outubro - Abril, a garota do mês de outubro - Thati Machado
Novembro - Incógnitas de novembro - Augusto Alvarenga
Dezembro - Nosso último verão - Larissa Siriani 


Organizadora: Thati Machado
Editora: Independente
Gênero: Antologia Young Adult
Páginas: 221

Ahh e um convite: estou sorteando um exemplar do Doze por doze aqui no meu instagram ( @yosanfer ). O sorteio acontece nesta quinta-feira, dia 15/09 e é muito fácil participar. 
Então, se você gostou de conhecer um pouquinho sobre o livro e desejou tê-lo na sua estante, aproveite!



Yohana Sanfer tem 32 anos, é escritora, autora do blog "Papel, palavra, coração", autora   dos livros "Da boca pra dentro",  
"É de menino, é de menina"  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.   
                                                        
Siga no


Continue lendo »

quinta-feira, 1 de setembro de 2016

Confissão

18 Comentários



Tinha um querer bem no meio do sorriso
Uma espera inútil no meio do silêncio
Um coração que não aprende a calar

Tinha as palavras na ponta da língua
uma confissão na ponta dos dedos
um desejo desajeitado sem pressa de se revelar

Tinha nenhum e qualquer motivo no meio das palavras
Um fio de coragem no meio dos receios
Um passo à frente no meio do jeito que eu não levo pra dizer

Uma esperança no meio da interrogação
Uma ternura inusitada invadindo o pensamento
Uma bobagem que não cumpriu caber em si

Um olhar atento jogado no seu universo clicado
Uma vontade tola de passear por ele
Um beijo e uma canção guardados pra te dar

Um devaneio infantil no meio da realidade
ideias de bordar de azul os dias
e de parar o tempo pra talvez se perder nele

Tinha uma saudade do que ainda não foi,
um chamado aceito para o que ainda não veio
Um faz de conta querendo te encontrar

Tinha um sim velado, mal demonstrado
no meio do que de repente  - como quem nem sente -
ainda aguarda um será.



Yohana Sanfer tem 32 anos, é escritora, autora do blog "Papel, palavra, coração", autora  dos livros "Da boca pra dentro",  
"É de menino, é de menina"  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.   
                                                        
Siga no

Continue lendo »

segunda-feira, 29 de agosto de 2016

7 ~ palpitações ~ sobre o cd Anavitória

24 Comentários

Não me lembro em que ocasião ouvi Anavitória pela primeira vez. Mas sei que foi no youtube, que foi amor à primeira vista e que senti um carinho e uma torcida enorme para que essas bonitezas de Araguaína (TO) ganhassem o mundo com suas vozes e canções singulares.
E a torcida não foi só minha. Ela foi tão grande e o talento delas tão incrível que tá aí: acaba de nascer o primeiro cd do duo Anavitória.
Pensem num cd lindo demais? Pois lindo demais é só um pouquinho do que ele é. E ele mexeu com o meu coração. Eu ouvi, ouvi de novo, ouvi mais e mais um pouco, deixei grudar no ouvido e não pude evitar vir aqui e falar com vocês sobre ele:

1 – ESSA CAPA

Se você segue o instagram dessas bonitas sabe o quanto é difícil achar uma foto que não seja uma graça e transbordada de afeto. Se tem uma que uma que sempre achei que seria perfeita para a capa de um cd é aquela linda, da playlist de favoritas das meninas no spotify. Mas essa capa... Essa capa é uma riqueza de sentidos!  Os olhares, as cores, os contrastes... É simples, é entrega, é tudo que esse duo é. 



2 – ESTANHAMENTO x ENCANTAMENTO

Confesso que quando ouvi algumas músicas no cd pela primeira vez,  pensei: "Cadê aquele violãozinho que faz a gente ficar balançando pra lá e pra cá?". A gente se acostuma com os vídeos das duas nas redes sociais e esquece que a música gravada pode oferecer um leque maior de arranjos e bonitezas. E foi assim quando ouvi "Cor de marte", que é uma das minhas preferidas ~ seguida de "Dengo" e "Chamego meu". Tive um certo estranhamento de cara, mas logo depois um total encantamento. E o encantamento continuou pelas repetidas vezes que ouvi. Algo, aliás, difícil de não fazer com este cd.

Trecho de "Cor de Marte" - Anavitória - @diarte


3- E AS MÚSICAS NOVAS?

Gente, meu coração quase parou com essas elas! "Agora eu quero ir" chegou pra mim como um quê de transição, de liberdade, sabe? De um respirar fundo. "Coração Carnaval" é aquela que a gente ouve e reconhece nela uma amiga ~ ou nós mesmxs ~ porque, né? Estamos na vida também pra isso!rs 
Mas foi por "Talvez a Deus" que eu quase morri de amô! Meu coração se viu ali, deu um pulo, rodopiou e ficou meio tonto depois. Essa música chegou, me encarou e me tirou pra dançar. Apenas.



4 - SENTI FALTA DE...

É... a gente sente falta de algumas que já tinham um lugarzinho especial nas nossas playlists. Eu poderia jurar que encontraria "Amor 2 em 1" no cd. Música fofa, apresentada recentemente no canal das meninas. Também não temos nele "Tententender" e "Cores". Mas tudo bem. "Tua", da qual também já conhecíamos um pouquinho, tá ali, bem no finalzinho e também é linda demais!




5 - TREVO (TU)

E como preparar o coração também para a novíssima "Trevo (Tu)", com a participação de ninguém menos que Tiago Iorc? Anjinho desse duo lindeza e que também fica lindo como parte de um trio, não fica? :)
"Tu, que tem esse abraço casa/ Se decidir bater asa/ Me leva contigo pra passear/ Eu juro afeto e paz não vão te faltar". 

Sem mais. Somente amor.

(E eu juro que ouvi a voz dele também no "parará" do finalzinho de "Nós". Vocês também? rs)




6 - PLOFT! 

E quando você pensa que já se recuperou do tombinho com "Trevo (tu)", vêm Ana Caetano e Vitória Falcão cantar a antiga e belíssima "Tocando em frente". para acabar de vez com o nosso coração, que cai no chão. Tem como uma música perfeita ficar ainda mais perfeita? Tem sim! E é nas vozes delas. É, gente! É tiro de flor atrás de tiro de flor!




7- TÔ DOIDA?

Ok, eu posso não entender muito de música ~ apesar de talvez ser uma das coisas que eu mais ame nesta vidinha ~ mas que "Cor de marte" ficou lindamente encaixada na sequência de "Agora eu quero ir", bem como "Dengo" veio bem em sintonia com o finalzinho de "Coração Carnaval", isso é fato. Ou não. Se foi proposital ou se eu tô é doida, eu não sei. A única certeza que tenho depois deste cd é que ele é de ouvir infinitas vezes sim. E que assim farei/faremos. 


E se você ainda não ouviu, é só passar aqui que tem o cd todinho para você se encantar, cantar junto e ouvir infinitas vezes também. Vocês também encontram e podem comprar o bonito pelo itunesE pra quem quiser ver essas passarinhas cantando ao vivo, aqui vai a agendinha dos shows:


É bom ficar de olho na fan page delas também, porque estão surgindo shows extras.

Eu já garanti meu ingresso para o show do dia 02 de outubro, no Rio, e espero que tenha meet porque eu quero muuuuito abraçar essas duas! <3

Pra finalizar, um pouquinho de AMOR em forma de música:


"Trevo (Tu)" - Anavitória.



Yohana Sanfer tem 32 anos, é escritora, autora do blog "Papel, palavra, coração", autora  dos livros "Da boca pra dentro",  
"É de menino, é de menina"  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.   
                                                        
Siga no



Continue lendo »

quarta-feira, 24 de agosto de 2016

Alerta nº2

19 Comentários


A tela acende.
Surpresa.
Vê, revê.
Olha pros lados.
Conta até dez.

Sorri.
Suspira.
Uma música vem.
Não comemora,
é coisa à toa.
Nem caberia o devaneio.

Mas olha, menina
não vá se enganar
seu coração recebeu uma nova notificação.

***

~ Leia também o Alerta nº 1.


Yohana Sanfer tem 31 anos, é escritora, autora do blog "Papel, palavra, coração", autora  dos livros "Da boca pra dentro",  
"É de menino, é de menina"  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.   
                                                        
Siga- no


Continue lendo »

terça-feira, 23 de agosto de 2016

10 dicas para você realizar o seu sonho! #doblogaolivro

10 Comentários

Você também {AMA} blogar? Ama escrever e sonha em publicar o seu LIVRO?
Então dá uma olhadinha aqui neste outro post e vem comigo porque começaremos agora a série "DO BLOG AO LIVRO", com 10 dicas para você realizar o seu sonho! 

E como demorei um pouquinho para trazer esta série pra cá, iniciarei com três dicas de uma só vez, ok? Então vamos lá:


1 - CRIE O SEU BLOG

Você ama escrever mas guarda tudo porque morre de timidez só de imaginar como as pessoas reagiriam ao ler seus textos? Calma! Morre não! E acredite: eu sei bem como é isso. Quando comecei a publicar meus textos ficava imaginando se as pessoas iriam gostar, o que iriam achar dos temas e como reagiriam. Mas escrever também tem disso: arriscar. A gente coloca a imaginação e o coração no papel ~ e na telinha ~ e sopra por aí com aquela pontinha de medo, mas com muito de coragem também. E assim as coisas acontecem. 
Então o jeito é criar um blog e desengavetar as ideias. E o blog é o seu cartão de visita. É onde você vai mostrar o seu trabalho e criar a sua identificação. Por isso, capriche! Você não precisa iniciar com uma super produção. Capriche no nome, escolha um visual com o qual você se identifique e que tenha a ver com o que você escreve e dedique-se ao seu blog com muito amor.
Até um tempo atrás muitos blogs eram feitos na plataforma Blogger, hoje muitos blogueiros preferem o Wordpress. Você pode experimentar os dois e ver qual mais te agrada. Ambos oferecem modelos bem lindos, práticos e para diversos fins. Há também outras plataformas e se preferir, você também pode fazer um personalizado, contratando um profissional.

2 - DEFINA O SEU GÊNERO

A segunda dica é sobre o que vai bordar o seu espaço. Romance, Fantasia, Suspense, Crônica, Poesia. O que você escreve? O que te inspira? Pensar no que você gosta de ler pode ajudar, mas nem sempre será o mesmo gênero que norteará a sua escrita. Li uma vez um texto do escritor Gabito Nunes que dizia que você não precisa escrever como o seu escritor preferido. Entendo que isso seja mais sobre originalidade do que o gênero literário em si. Mas acredito que as duas coisas se integram. A gente tem sempre uma referência, um escritor no qual se inspira. Se você curte ler Literatura Jovem e também tem uma história legal neste estilo, ótimo! Mas isso não precisa ser uma regra. Nem sempre a sua escrita será no mesmo gênero literário que você gosta de ler. E tudo bem por isso. Então, perceba o que sai dos seus dedinhos, defina o seu gênero literário, pesquise sobre ele e mãos à obra.    
     
3 - CONHEÇA O SEU PÚBLICO

O blog é também o espaço onde você fará e saberá qual é o seu público. Homens ou mulheres? Jovens ou adultos? Das cidades do seu país ou do exterior? Você até pode traçar um perfil dele através das estatísticas do seu blog, mas nada como saber - e sentir - quem te lê. Ter um público leitor desde o início, além de ser muito gratificante, vai te ajudar a experimentar como as pessoas reagem à sua escrita e pode te deixar em evidência com as editoras. Para isso é preciso não só criar, mas cuidar da sua rede. Como? Visitando outros blogs, deixando sua opinião, sendo sincero, interagindo e indicando para os seus amigos as leituras e páginas que você gostar. Assim também pode ser mais fácil de descobrir o que o seu público mais gosta de ler e se dedicar a agradá-lo.


Bom, essas são as três primeiras dicas que tenho para te ajudar a realizar o seu sonho! Lembrando que não sou especialista, mas uma escritora que começou com um blog e sente que isso fez toda a diferença.
Nas próximas semanas trarei outros temas. Entre eles, a importância da leitura, a vida do escritor, o mercado editorial, além de outras surpresinhas que venho planejando para esta série.
E eu também conto com vocês! Me digam o que estão achando, deixem sugestões e as perguntas que quiserem! Toda participação é bem-vinda! Combinado?

Um beijo e até a próxima!




Yohana Sanfer tem 31 anos, é escritora, autora do blog "Papel, palavra, coração", autora  dos livros "Da boca pra dentro",  
"É de menino, é de menina"  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.   
                                                        
Siga no



Continue lendo »

terça-feira, 31 de maio de 2016

Corre, cara.

38 Comentários

Corre lá. Enquanto ela não percebe que aquele sonho com ondas gigantes mandava um sinal. Enquanto ela mergulha e resiste entre uma onda e outra, e aprende a nadar nesse mar de dias turvos.
Corre enquanto ela ignora as placas luminosas piscando no meio da própria cara, com ares de que quem avisa, amigo é. Enquanto a desistência dela dura o tempo de um por do sol e o colorido que fica depois no céu traduz o que ainda mora li dentro.

Corre enquanto ainda toca aquela música, enquanto ainda há fotografia, poesia e aquelas blusas dobradas com cheiro de saudade. Enquanto ainda dá tempo de escolher a cor da parede, enquanto seu nome ainda vem depois do dela e a vontade de um beijo vem da lembrança do primeiro, daquele jeito, inesperado. Corre enquanto ainda há vontade.

Vai rápido. Que o peito pede pressa e o coração dela tem mania de viver em descompasso. Vai correndo. Esquece a dúvida, o barulho que o silêncio faz e as respostas que o vazio não traz. Que ainda tem motivo, que ainda tem páginas em branco pra escrever e a história manda avisar que o tanto que se viveu até aqui foi pouco pro que há de vir. 

Corre, enquanto ela ainda quer que você corra. Enquanto a vida não manda pra ela outro caminho pra trilhar. Corre, que a vida às vezes é traiçoeira e ~ bem mais que boas chances de ser feliz às sextas-feiras ~ nos faz perder o que foi feito pra durar.

Então corre, enquanto ela cala os recados e adia esse adeus. Enquanto os olhos dela ainda esperam encontrar os seus. Enquanto ela só abriga o que lhe faz sorrir e a despedida ainda mora na lista das coisas que ela mais odeia. 

Corre, mas corre agora. Que o tempo não para e o sentimento não basta. Que num piscar de olhos o jogo vira, o coração cansa, termina a dança e a canção, e o querer vira poeira. Corre, cara. Enquanto o amor pede pra ela ficar.

______________________________________________________________________

Pra ouvir antes, durante ou depois da leitura:


Let Her Go - Passenger


*Este texto fará parte do meu novo livro de crônicas: 
"Amor, insônia e outras travessias". Previsto para dezembro/2016.



Yohana Sanfer tem 32 anos, é escritora, autora do blog "Papel, palavra, coração", autora  dos livros "Da boca pra dentro",  
"É de menino, é de menina"  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.   
                                                        
Siga no


Continue lendo »

sábado, 28 de maio de 2016

Cresce e corta, cresce e corta - #vidadecacheada

Deixe um comentário
Ilustração: Graziela Andrade

O diálogo aconteceu há poucos meses, com um amigo. Conversávamos sobre o shampoo que eu estava fazendo uso e seus benefícios para o meu projeto "cabelão", quando lhe confidenciei porém, meus planos com a tesoura. Caio ficou confuso. Caio não entendeu. Caio me achou meio doidinha. Mas vocês, migas cacheadas, me entendem bem, não é? A Graziela Andrade, cacheadíssima que só - e que inclusive estreou agora um blog que promete ser lindo - compreende muito bem e logo fez essa belezinha de ilustração pra gente falar desse dilema da #vidadeacheada.

A gente quer que a cabeleira cresça? Sim, senhoritas! Mas cá entre nós, quem resiste a uma tesourinha? A uma camadinha? A tirar aquelas pontinhas que não desejamos mais? Eu sempre fui bem resistente a cortar o cabelo mas queria muito mudar a forma dele. Foi por isso que num belo dia de sábado, passeando pelo youtube, descobri o canal maravilhoso da Camilla Santanna e um vídeo seu sobre corte para cabelo cacheado, um corte próprio para dar camadas ao cabelo cacheado, dando-lhe também mais movimento.
E o que é que se faz quando se assiste a um vídeo assim, minha gente? Pois é! Fui lá e cortei. Cortei e adorei o corte. Cortei e viciei em cortar. Mas também queria que o cabelo crescesse rápido.  Pois é, fazer o quê? rs

Foi então que no instagram comecei a pesquisar várias tags para acelerar o crescimento do cabelo até encontrar a do famoso shampoo bomba de café

Ilustração: Graziela Andrade

A receita é simples: 1 colher de pó de café para cada 100 ml de um shampoo neutro/sem sal. Misture tudo, reserve por 48 horas e use pelo menos duas vezes na semana, massageando e deixando agir por 5 minutos nos cabelos. E adivinha? Lá fui eu medir o cabelo, fazer o meu shampoo bomba e começar a usar o bonito! Incluí também a medida de uma tampinha de óleo de rícino, que muitas meninas dizem ser maravilindo para o crescimento dos cabelos.

Como foi minha experiência: nas primeiras aplicações estranhei um pouco o pó de café passeando entre os fios, mas logo acostumei. (Li em alguns blogs que o pozinho também ajuda na esfoliação do couro cabeludo). Meu cabelo saia da lavagem bem brilhoso mas um pouco áspero, confesso. Mas nada que um bom condicionador não resolvesse. 
O crescimento? Aconteceu sim. Eu sempre tive um crescimento capilar bem lento e usando o shampoo bomba de café senti que meu cabelo cresceu mais do que geralmente crescia. Usei por quase dois meses, um shampoo com 200 ml. Não fui tão "disciplinada" quanto deveria, tentava usar duas vezes na semana mas às vezes acontecia de usar apenas uma. Mesmo assim após algumas semanas fui percebendo que o meu cabelo já estava "perdendo o corte" que havia feito, e por isso já queria bater aquele papo bonito com a tesoura de novo!rs

Mas antes disso fui tirar a prova da famosa receita! Ao completar sete semanas medi o cabelo novamente e tive a surpresinha boa: meu cabelo cresceu em torno de 3 cm neste tempo. Muita gente pode dizer: "Ahh...Mas é um crescimento normal". Mas olha, pra mim não era. O cabelo cacheado, por si só, já tem uma estrutura que "esconde" o crescimento natural, mas o meu exagerava na dose da lerdeza. Então avalio a experiência como positiva para os meus cachinhos.
Um ponto negativo? Senti que meu cabelo quebrava mais que o normal quando usava o shampoo e em seguida desembaraçava os fios para aplicar uma máscara de hidratação. O que me faz querer experimentar outras técnicas para crescimento nos próximos meses.

E vocês, têm alguma outra receitinha que já experimentaram ou gostariam? Algum produto que também prometa um crescimento acelerado? Deixe aqui nos comentários e vamos compartilhando estes "achados".
Bom, se eu cortei novamente? Mas-é-cla-ro-que-sim!rs Fiz mais camadinhas logo após medir o cabelo e mais um pouquinho nos últimos dias. (Confiram algumas fotos no meu Instagram). Estou curtindo muito o movimento e voluminho extra que deu nele. Agora darei a pausa de um mês nos experimentos para o crescimento e neste tempo voltarei a pesquisar outras receitas. Juro tentar não falhar na missão de ficar longe da tesoura neste tempo. Que Deus me ajude!rs 

Um beijo e não esqueça de deixar aqui a sua sugestão para próximos temas da tag #VIDADECACHEADA! O seu pode ser escolhido e ganhar vida através de um texto como este e de uma ilustração fofa da Grazi! ;)


Yohana Sanfer tem 31 anos, é escritora, autora do blog "Papel, palavra, coração", autora dos livros "Da boca pra dentro",  "É de menino, é de menina"  e criadora da livraria virtual Sanfer Livros.  
                                                        
Siga no
Facebook - Instagram - Twitter 



Graziela Andrade nasceu em 1988, em Salvador (BA) e ama ilustrar. É autora da marca Coisas d'Ella,  ilustradora do livro infantil "É de menino, é de menina" e dá cor, forma e muito amor à tag #vidadecacheada.
                                                        
Siga  no



Continue lendo »